Xaxado é enterrado em Aracaju

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 11/04/2015 às 11:32:00

Foi sepultado na tarde de ontem o corpo do comerciante Pasulo Ferreira Santos, popularmente conhecido como 'Xaxado'. Vítima de complicações no fígado e no coração, Xaxado era famoso por sua maneira descontraída de vender produtos alimentícios e conquistar cada vez mais clientes. Depois de mais de quatro décadas comercializando refeições típicas do nordeste brasileiro no Mercado Albano Franco, em Aracaju, Pasulo vai deixar saudades. Parentes, amigos, comerciantes e clientes prestaram as últimas homenagens durante o velório que foi realizado no Velatório São Jorge, na Rua Laranjeiras, no Centro da capital.

Às 16h, no Cemitério São João Batista o corpo do feirante foi enterrado sob aplausos e canções. Conforme declarações apresentadas por familiares e amigos que acompanharam a trajetória de vida de Pasulo nos últimos meses, desde o início do ano ele enfrentava problemas de saúde agravantes e estava internado há 15 dias em unidade de saúde da capital. Na manhã da quinta-feira, 09, o quadro clínico do paciente registrou complicações, e na noite do mesmo dia o óbito foi confirmado pela equipe médica.

Abalado com a perda do amigo, o forrozeiro Luiz Melo Garcia disse ter conhecido Xaxado ainda na década de 1970, quando ele pensava em abrir negócio no espaço público. "Desde o ano passado ele vinha reclamando de dores, mas como era cabeça dura na maioria das vezes, ele dizia que iria ao médico e nunca chegava a ir. Infelizmente desde o mês passado percebemos que a situação estava se agravando e aí sim ele decidiu buscar ajuda médica. Na noite de quinta ainda fui informado que acabava de perder um dos grandes amigos que obtive nessa vida e que nos ensinou o be a bá de como conquistar os clientes e turistas. Saudades mil dele", disse.

Em lembrança aos mais de 40 anos vividos por Pasulo na área central da capital sergipana, uma roda de forró e xaxado está sendo organizada para ocorrer já no próximo final de semana.

Durante este sábado, feirantes devem utilizar fitas pretas como forma de expor o luto pela passagem de Pasulo Ferreira Santos. "Essa é a melhor forma de todos nós mostrarmos o quanto estamos sentidos com a morte deste ícone do comércio aracajuano. O carinho que todos possuíam por ele é extenso. A grande quantidade de colegas de trabalho e até clientes mostra isso", declarou o feirante Josué dos Santos.