Hospital de Lagarto atendeu mais de 14 mil pacientes no primeiro trimestre

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 18/04/2015 às 10:53:00

O Hospital Regional de Lagarto (HRL), localizado na região Centro-Sul de Sergipe, já atendeu quase 14.700 usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) entre janeiro e março deste ano. É o que aponta balanço trimestral feito com base nos relatórios de produção da unidade, gerenciada pela Fundação Hospitalar de Saúde (FHS). No mesmo período, o HRL realizou quase 38 mil procedimentos de urgência e emergência, entre consultas especializadas de urgência, administração de medicamentos, atendimentos de enfermagem em geral, tratamentos clínicos de traumas ortopédicos, entre outros.

Concebido pela Reforma Sanitária e Gerencial do SUS Sergipe, que foi implementada pelo Governo de Sergipe a partir de 2007, o HRL realizou também, nos três primeiros meses deste ano, quase 40 mil exames complementares, entre laboratoriais clínicos e por imagem, como radiografias e ultrassonografias. Somente os laboratoriais totalizaram pouco mais de 33 mil, enquanto os radiológicos somaram quase 5.200.

Para o superintendente do HRL, Oldegar Alves Junior, os resultados apresentados a cada ano vêm consolidando o importante papel que o hospital tem para com a assistência à população local e de regiões vizinhas. "São números que demonstram a pujança do HRL para os municípios, não apenas do Centro-Sul, mas também do Sul e Agreste, o que fortalece a rede estadual de urgência e emergência hospitalar", ressalta.

Segundo ele, mais significativo que o número de atendimentos, a importância  do HRL hoje se traduz muito mais na resolutividade da unidade. "No primeiro trimestre de 2015, registramos nossa menor taxa média de transferência para o período dos últimos quatro anos, ou seja, de 0,4% dos pacientes atendidos e internados. E isso mostra o quanto o HRL tem ajudado a desafogar o Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), em Aracaju", salientou Oldegar Junior. Na prática, essa baixa taxa de transferência externa significa que a maioria dos pacientes que são assistidos  pelo HRL tem seus problemas de saúde resolvidos no próprio hospital, sem precisar de remoção para outra unidade da rede.

É o caso da dona de casa Marieta Oliveira Souza, de 87 anos, natural de Simão Dias, que está em uma das enfermarias da clínica médica do HRL, desde o último dia 13. "Minha mãe foi internada na última segunda-feira e, graças a Deus, o atendimento está sendo ótimo. Para ela, recorrer aos serviços de saúde em Lagarto foi a melhor alternativa, pois em Simão Dias só tem Unidade de Pronto Atendimento e aqui ela pôde fazer todos os exames e ficar internada", reconheceu a filha, Maria da Glória Oliveira, de 44 anos, que acompanhava a paciente na quinta-feira (17).

Perto de completar cinco anos em funcionamento, o Hospital Regional de Lagarto também já viabilizou, entre janeiro e março deste ano, pouco mais de 950 internações.  No mesmo período, o HRL também realizou quase 300 cirurgias, sendo 222 na área de ortopedia, especialidade na qual a unidade hospitalar se consolidou como referência na região Centro-Sul.