Transferência de tecnologia ajuda a fortalecer cadeia do milho em AL

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 24/04/2015 às 14:52:00

A Embrapa Tabuleiros Costeiros (Aracaju, SE) integra as articulações promovidas pelo Governo de Alagoas para fortalecer a cadeia produtiva de grãos no estado, que atualmente produz menos de 10% do milho que consome, segundo dados da Secretaria de Estado da Agricultura, Pesca e Aquicultura (Seapa). O pesquisador Paulo de Albuquerque, que atua na Unidade de Execução de Pesquisa de Rio Largo (AL), representa a empresa na comissão criada este ano para estruturar o Programa de Produção de Grãos do Estado de Alagoas.

Grande parte dos esforços deve se concentrar na transferência de tecnologias para que os agricultores possam ganhar produtividade e aumentar a participação de Alagoas na produção regional. Coordenada pela Seapa, a parceria envolve a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Alagoas (FAEAL), Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), Banco do Nordeste, Banco do Brasil, Caixa e Instituto de Inovação para o Desenvolvimento Rural Sustentável de Alagoas (Emater/AL).

Um dos primeiros resultados da articulação esforços do Governo de Alagoas com a Embrapa e parceiros foi a Capacitação Técnica sobre a Cultura do Milho, realizada de 15 a 17 de abril. O treinamento aconteceu em dois módulos com 30 participantes cada, sendo dia 15 em Maceió e 16 em Arapiraca, com finalização em atividade de campo na sexta (17) em São Miguel dos Campos.