Morre aos 70 anos o ex-presidente do Sergipe Antônio Soares da Mota

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
O ex-presidente do Sergipe, Antônio Soares da Morta, faleceu na amanhã desta sexta-feira. Seu corpo está sendo velado no OSAF e será sepultado na manhã deste sábado, no Cemitério Santa Isabel.
O ex-presidente do Sergipe, Antônio Soares da Morta, faleceu na amanhã desta sexta-feira. Seu corpo está sendo velado no OSAF e será sepultado na manhã deste sábado, no Cemitério Santa Isabel.

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 09/05/2015 às 00:36:00

O futebol sergipano está de luto, morreu aos 70 Anos, Antônio Soares da Mota, Motinha, que por mais de 28 anos esteve à frente do Sergipe e comandou os grandes momentos do time rubro. Polêmico e brincalhão, quando questionado sobre o tempo que estava à frente do clube rubro, sempre dizia que estava na metade do seu mandato.

O corpo está sendo velado no Velatório Osaf e será sepultado às 10 horas da manhã deste sábado, no Cemitério Santa Isabel. Motinha, como era conhecido, estava internado desde 18 de abril após sofrer um infarto, se submeteu a uma cirurgia no dia 22 do mesmo mês, estava na UTI do Hospital São Lucas, mas na manhã desta sexta-feira 8, surpreendeu a todos com a notícia da sua morte.

Homenagens da FSF e Setesp - Tão logo soube da morte de Motinha, o presidente da Federação Sergipana de Futebol (FSF) decretou luto oficial por três dias, um minuto de silencio na partida deste sábado entre Confiança e Estanciano, mandou confeccionar uma faixa de pesar, que será exibida esta tarde na Arena Batistão e um troféu com o nome do desportista, que será entregue ao vencedor da partida desta tarde no Batistão.
- O futebol sergipano perde um de seus maiores dirigentes. Conheço Motinha há muito tempo. Prestamos o Serviço militar juntos, entramos no futebol e posso dizer sem medo de errar, foi um dos grandes dirigentes desse esporte no estado de Sergipe, conquistando vários títulos para o Sergipe, clube do seu coração, inclusive um hexacampeonato. Por isso a FSF, representando os clubes e os desportistas sergipanos, rende homenagens póstumas a Antônio Soares da Mota, o querido Motinha, lembrou Carivaldo Souza.

A Secretaria de Estado do Esporte e do Lazer (Setesp), através do secretário Adilson Junior, também prestou homenagem ao ex-presidente Motinha, através de uma faixa com mensagem de despedida. Adilson Junior, a exemplo de tantos outros desportistas, também lamentou a morte de Antônio Soares da Mota.
- O esporte sergipano lamenta a morte de Antônio Soares da Mota. Dirigente polêmico, mas sempre em defesa dos interesses do seu Sergipe, Motinha foi um dos maiores dirigentes de clubes, que o futebol sergipano conheceu, levando o Sergipe à conquista de títulos importantes. Nós da Setesp, lamentamos o falecimento de Motinha a quem rendemos homenagens póstumas e votos de condolências a seus familiares, disse Adilson Junior.

Histórico - Baiano de nascimento, mas sergipano por adoção, Antônio Soares da Mota nasceu em Juazeiro, Bahia, no dia 14 de maio de 1944, portanto, faria 71 anos na próxima semana.  
Presidiu o Sergipe por 28 anos. Teve seu grande momento quando o clube conquistou o hexacampeonato estadual na década de 90. Em de 2009 sua administração foi questionada por alguns conselheiros e no ano seguinte, a justiça determinou o seu afastamento do cargo, em ação movida por torcedores. Foi um grande golpe para o cartola rubro, que a partir daquele momento se afastou definitivamente do futebol. Além de presidir o Sergipe, Motinha foi vereador em Aracaju por dois mandatos.
A diretoria do Club Sportivo Sergipe emitiu no início da tarde desta sexta-feira uma nota de pesar, pela morte do ex-presidente do clube, Antônio Soares da Mota, o Motinha. Na nota, o presidente Sílvio Santos cancelou todas as atividades programadas e decretou luto de três dias.