GATO NÃO COMEU

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 12/05/2015 às 14:13:00

1    Nada de surpresa. Não deu uma de Atlético Mineiro. Estanciano acabou caindo de quatro e conquista depois de trinta e três anos o Vice-campeonato  bastante festejado por sua torcida canarinha. Completa pela vigésima oportunidade o Confiança conquistando o título de campeão nos seus setenta e nove anos. Bibi mais uma ocasião assinala gol, tornando-se neste campeonato  que o Confiança marcou 34 gols e recebeu 9,  o artilheiro do time proletário , substituindo a condição de Leandro Kivel, que no certame não se saiu tão bem. Mas, este ano, o grande destaque proletário foi mesmo o goleiro Everson que terminou sendo escolhido pela crônica esportiva como o "Craque do Ano" anunciado numa tarde que levou 6.084 pagantes   para o Batistão, grande maioria seguidora do Dragão que pacificamente comemorou o bi estampando grande alegria não dando, felizmente, trabalho a polícia que deu  show de como se faz segurança.
2    -  No Batistão, a última partida de um campeonato que o Confiança ganhou todas  que atuou contra o Estanciano, quatro vezes,  fazendo 10, recebendo apenas 1 gol. Repetiu a vitória, levando o troféu campeão de 2015, mesmo assim, com reclamações do Presidente Luiz Roberto pela falta de premiação em dinheiro adiantando "que se acorda" preocupado com vai pagar a folha deste mês. O grande drama do Confiança: falta de dinheiro. Uma agremiação das 18 partidas que jogou no Campeonato , só perdeu uma para o Lagarto, disparado na contagem de  (43) pontos e o segundo (25) porém, apesar da belíssima conquista do título, a torcida vem pegando no pé , no sentido de fortalecer  equipe para o brasileiro que começa sábado contra o Asa, no Batistão. Tanto Alberto como Ernando, a exemplo da torcida, todos  querem reforços, agora, cadê o dinheiro? Não tem!!! - e o gato não comeu.

Meio de Campo

PRMEIRA VEZ
 Nico Rosberg, da Mercedes, venceu sua primeira corrida do ano, ao levar a melhor no Grande Prêmio da Espanha, na frente do companheiro de equipe Lewis Hamilton e do compatriota Sebastian Vettel, da Ferrari. O brasileiro Felipe Massa, da Williams, terminou em sexto, e seu 'xará' Nasr, da Sauber, terminou fora da zona de pontuação, em 12º.

DESPEDIDA DE FOFÃO
Aos 45 anos de idade, Fofão disputou  a última partida oficial de sua carreira. E a despedida da levantadora não foi das melhores. Na disputa pela medalha de bronze do Mundial Feminino de Clubes, o Rexona-Ades acabou superado pelo anfitrião Volero Zurich (SUI) por 3 sets a 0.

MONTOU ESTRUTURA
Gabriel Medina nunca foi bem na etapa do Rio de Janeiro do circuito mundial e ocupa o modesto 16º lugar no ranking. Para reverter o quadro o surfista montou uma estrutura com tudo que considera necessário: família e privacidade.

Cartão Amarelo
Torcedor reclama demora para entrar no Batistão, apesar do ingresso na mão.

Cartão Vermelho
cabou o romantismo da entrega somente do troféu.  Tem que ter premiação em dinheiro.

Gol de Placa
Confiança que já foi sete vezes para a Copinha, segundo Fernando Fonseca, prossegue com o seu bom trabalho na base.