Estudante que atirou em colega é indiciado

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 26/07/2012 às 15:15:00

A Delegacia Regional de Estância (Sul) concluiu seu inquérito sobre o caso do estudante Igor Santos Soares, 16 anos, ferido com um tiro na boca dentro de uma sala de aula do Colégio Estadual Gumercindo Bessa, um dos principais do município. O autor do disparo, um adolescente que tem a mesma idade e é colega de classe da vítima, foi indiciado e vai responder na Justiça a um ato infracional equivalente à tentativa de homicídio. A decisão foi tomada pelo delegado regional Ademir Melo, que já entregou o inquérito à Justiça.

O adolescente já está internado na Unidade Socioeducativa de Internação Provisória (Usip), em Aracaju, e aguarda decisão da Justiça. Segundo o delegado, não foram achados elementos que comprovassem a versão do acusado, o qual afirmou ter havido um disparo acidental, enquanto ele brincava com o revólver calibre 38 que carregava. "A polícia descarta qualquer hipótese de ter havido uma brincadeira", resumiu Ademir. O autor do tiro também havia admitido que comprou a arma para enfrentar um rapaz da mesma escola que tinha brigado com ele dias antes do incidente, em uma festa junina na cidade.

Igor passou poucos dias internado no Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), de onde foi liberado. Ele passa bem, mas, provavelmente, precisará de uma cirurgia para retirar a bala alojada em seu maxilar. De acordo com o Huse, a avaliação médica será novamente feita assim que o ferimento ficar desinflamado.