UM DESEMBARGADOR COM ¨SANGUE NO OLHO¨

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 24/05/2015 às 20:32:00

Um magistrado com ¨sangue no olho¨ pode parecer expressão ambígua, até depreciativa, desde que não se conheça o significado exato do que é ter olhos avermelhados pelo líquido de plasma e células, sinônimo adequado de vida, e também de coragem, de disposição para corrigir erros, punir quem afronta a sociedade, e fazer plenamente a Justiça. Nesse sentido o novo desembargador Diógenes Barreto é um magistrado com ¨sangue no olho¨. Com olhos avermelhados sempre para decidir, algumas vezes desafiando as circunstâncias, Diógenes construiu a imagem hoje tão necessária do juiz que não hesita, e não deixa que sobre a Justiça recaia o sentimento de dúvida.
O novo desembargador, ao lado de procuradores de Justiça, onde estavam Moacyr Motta, Luiz Mendonça, Fernando Mattos, Jose Carlos Oliveira, recolocaram Canindé na rota da civilidade, e da paz.