A GREVE E A JUSTIÇA

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 24/05/2015 às 20:32:00

O desembargador José dos Anjos, numa decisão fundamentada na lei, e que traduziu o interesse público, determinou que o sindicato dos professores suspenda imediatamente a greve que atormenta a vida dos pais de mais de 170 mil alunos da rede estadual. A deputada Ana Lúcia, líder do Sintese e defensora das greves, afirma que tudo se faz em defesa de uma escola pública popular e democrática. Sabendo-se que nas escolas públicas quase só estudam os pobres, seria democrático prejudicar o ano letivo desses, que precisam do conhecimento, único caminho que os libertaria da pobreza?
De greve em greve, se a deputada Ana Lúcia for candidata a prefeita de Aracaju, e também o extremado vereador Agamenon, que tão duramente expressa as suas opiniões, o vereador terá, pelo menos, três vezes mais votos do que a deputada. Isso é o que afirmam observadores da cena política, e que gostam muito de apostar.