Confiança já trabalha de olho no Bota-PB

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Jogadores chegaram ontem à tarde e logo depois já estavam trabalhando na academia
Jogadores chegaram ontem à tarde e logo depois já estavam trabalhando na academia

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 26/05/2015 às 00:33:00

Givaldo Batista
givaldobs@yahoo.com.br

A torcida do Confiança começou a reagir à fraca participação da equipe no Brasileiro da Série C. Em dois jogos, o time sergipano ainda não venceu, empatou com o ASA em casa e neste domingo perdeu para o Cuiabá por 1x0. Com apenas um ponto ganho em dois jogos, o campeão sergipano está na 9ª. colocação e seria um dos rebaixados, caso a competição se encerrasse, agora. Mas há muito tempo para reagir.
O time que desembarcou em Aracaju no início da tarde desta segunda-feira 25, foi pressionado por um pequeno grupo de torcedores que compareceu ao Aeroporto de Aracaju. Esses torcedores nada satisfeito, criticavam a atuação dos jogadores e pediam reforços. Apenas o goleiro Everson, ídolo da equipe, foi poupado pelos revoltados torcedores.

Everson utilizou o seu prestígio junto aos torcedores, para defender os companheiros de equipe. Everson pediu paciência aos proletários, disse que o torneio é muito difícil e prometeu continuar fechando o gol do Confiança e aderiu ao apelido de Paredão dado pelos torcedores. "O Paredão vai continuar trabalhando. Promete muito trabalho esforço e dedicação. É com esses quesitos que pretendo continuar defendendo a camisa do Confiança", prometeu Everson.

Trabalho - Apesar da viagem de pouco mais de 6 horas e do desgaste da partida de domingo na Arena Pantanal, os atletas proletários não foram poupados e já trabalharam na tarde desta segunda-feira.
Os jogadores chegaram as 14h00 e 2 horas depois já estavam no Sabino Ribeiro, prontos para o primeiro treino da semana, com vistas ao jogo contra o Botafogo, sábado 30, em João Pessoa. Os reservas e os que não viajaram trabalharam com bola enquanto os titulares fizeram trabalhos de academia.