Crianças assistidas pelo Governo Federal e pelo 28º BC visitaram a Arena Batistão

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Crianças do Profesp, assistidas pelo 28º. BC realizaram visita interativa à Arena Batistão
Crianças do Profesp, assistidas pelo 28º. BC realizaram visita interativa à Arena Batistão

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 31/05/2015 às 00:40:00

Crianças do PROFESP, projeto do Ministério da Defesa e do Ministério do Esporte, em parceria com o Fome Zero, estiveram na manhã desta quinta-feira, 28, em um passeio interativo pela Arena Batistão. Um total de 50 crianças beneficiadas pelo projeto "Segundo Tempo", que existe há cinco anos. Elas estavam acompanhadas por militares do 28º Batalhão de Caçadores, além de profissionais de Educação Física.
A principal idéia do projeto é oferecer esporte nos horários alternativos da rotina dessas crianças, evitando assim que sejam evolvidas com drogas e violência. São crianças carentes de 7 a 14 anos, alunos de escolas públicas das redes municipal e estadual de ensino. O destino escolhido para o passeio veio das próprias crianças, que escolheram conhecer a Arena Batistão, um cartão postal, que serve como referência do futebol sergipano.
De acordo com o professor Givaldo Lessa, que também é preparador físico do Confiança, o projeto realizado com essas crianças, incentiva na escolha da profissionalização do esporte, fazendo com o que aquele que possui um melhor desempenho esportivo, seja transferido para núcleos esportivos maiores.
- Eles participam de competições entre eles. Aqueles que possuem um melhor desempenho são transferidos para núcleos em Salvador e em São Paulo. Além disso, fazemos um trabalho social com as famílias dessas crianças, explicou o preparador físico Lessa.

Além das várias atividades esportivas, as crianças assistidas pelo projeto, contam com palestras de instrução nutricional e de saúde e higiene. "Nós orientamos da melhor forma possível, para que depois eles escolham um melhor caminho para seguir", continuou explicando o preparador físico Lessa.
Acompanhados durante o passeio pelo administrador da Arena Batistão, o ex-árbitro Sidrack Marinho, as crianças mostraram-se curiosas e contentes. O pequeno Pablo Vinicius, de 13 anos, que faz parte do projeto há um ano ficou encantado com o que viu e exclamou o que almeja do futuro. "Quero ser profissional de futebol e jogar aqui pela Seleção Brasileira", disse o menino, encantado com o gramado do Batistão.
O Passeio durou 40 minutos e as crianças puderam conhecer as salas de aquecimento, os vestiários, as arquibancadas e o campo de jogo, cujo gramado é considerado o melhor do Brasil. Sempre acompanhado pelo administrador Sidrack Marinho, que agradeceu a visita em nome do secretário de Turismo e Esporte, Adilson Junior e do diretor de esporte, Gilson Dória.
- Sabemos que vocês são o futuro do nosso esporte. Em nome do nosso diretor, Gilson Dória e do nosso secretário Adílson Júnior, quero agradecer a presença de cada um.  Esperamos um dia vê-los atuando profissionalmente, em nosso campo, incentivou o Sidrack Marinho.