Empreendedores destacam necessidades e pontos fortes do Santa Maria

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 03/06/2015 às 01:56:00

Empreendedores do Santa Maria participaram de um encontro no Hotel Aquários. A proposta foi realizar o planejamento estratégico para o desenvolvimento empresarial do Bairro, com foco em três temas prioritários: Empreendedorismo, Inclusão social e Comércio local. A reunião foi coordenada por técnicos e consultores do Sebrae, que assessoraram no processo de construção das ações prioritárias que deverão ser realizadas na comunidade.

"As lideranças empresarias definiram os pontos fortes e as prioridades de melhorias. São eles quem mais conhecem as necessidades do Bairro e os principais interessados no seu desenvolvimento empresarial. Nossa equipe apenas coordena o processo, assessorando na construção do planejamento estratégico. A comunidade é quem define as necessidades do bairro, de forma que solucionadas proporcionem aumento econômico por meio do empreendedorismo", explica Marianita Mendonça, analista do Sebrae e gestora do projeto de desenvolvimento econômico e social do Santa Maria.

Segundo Marianita, em junho o projeto completa um ano de atividades. "No início foi mais complicado os empreendedores aderirem à proposta, pois não tinham conhecimento das ações que seriam desenvolvidas pelo Sebrae. Hoje, já com resultados práticos de melhorias nas empresas que aderiram ao projeto, o número de empreendimento inseridos no processo de atendimento triplicou. Somente em 2015 já foram realizados até maio mais de 300 atendimentos a microempreendedores individuais e a micro empresas", explica a gestora do projeto.

Para o empreendedor Jamisson Dias da Silva, que possui uma mercearia no bairro, o projeto está permitindo que as pessoas tenham acesso ao conhecimento. "Aderir ao projeto está sendo ótimo, tenho aprendido bastante, tem melhorado o negócio. Estou tendo acesso a capacitações sobre atendimento, higiene, como comprar melhor. A empresa está crescendo e os clientes satisfeitos", diz Jamisson.