VACINAÇÃO AINDA FRACA

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 03/06/2015 às 01:56:00

Sergipe entra na última semana da 17ª Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe com a cobertura vacinal de 62,43% da população alvo, ou seja, 255.090 doses aplicadas. A meta do Ministério da Saúde é de imunizar no mínimo 80% da população alvo, que no Estado representa 326.900 pessoas.
 Dados atualizados até o início da manhã de segunda-feira (1º), do Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SIPNI), do Ministério da Saúde (MS), mostram que entre os 75 municípios sergipanos, apenas 19 alcançaram ou ultrapassaram a meta mínima. Outros 19 vacinaram 70% ou mais, mas não alcançaram a meta e seis não chegaram a 50% de cobertura da população alvo.

  A população alvo da Campanha são os idosos, crianças de 6 meses a menores de 5 anos, trabalhadores da saúde, puérperas com até 45 dias após o parto, povos indígenas, gestantes em qualquer idade gestacional, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional, portadores de doenças crônicas e outras condições clínicas especiais, que receberão a vacina mediante a prescrição médica.
 Entre a população alvo, o grupo que mais vacinou foi de puéperas (70,42%), seguido das crianças (65,29%), idosos (61,07%), trabalhadores da saúde (59,70%), gestantes (58,43%) e Indígenas (37,98%). De acordo com a coordenadora do programa Estadual de Imunização da Secretaria de Estado da Saúde (SES), Sândala Oliveira, a vacina protege as pessoas contra as complicações trazidas pela doença, inclusive evitando internações hospitalares.

 "A vacinação da população é de responsabilidade dos municípios. Por isso, eles devem que intensificar a Campanha nos municípios, fazer busca ativa do público alvo e disponibilizar a vacina em povoados e locais de difícil acesso. Os técnicos da Secretaria de Estado da Saúde estão à disposição dos municípios para quaisquer dificuldades", disse Sândala Oliveira.
 "A população também deve procurar os locais de vacinação. As pessoas que têm dificuldade de locomoção podem solicitar a equipe de Estratégia de Saúde da Família responsável pelo território que aplique a dose em casa. O Cartão de Vacinação nunca deve ser esquecido para que a situação vacinal da pessoa possa ser avaliada pelo profissional de saúde", finalizou a coordenadora.

CAPACITAÇÃO
Na manhã desta terça-feira (02), a prefeita de Malhador, Elayne de Dedé, participou de uma capacitação, promovida pela Caixa Econômica Federal, para os gerentes municipais do convênio GMC.  Na oportunidade, a gestora assistiu a uma palestra, ministrada pelo Superintendente Regional da Caixa Substituto, Marco Antônio Queiroz, cujo tema abordado foi o próprio convênio. Também participou da capacitação a prefeita de Itaporanga D'Ajuda, Maria das Graças (Gracinha).

 NOVOS CONVÊNIOS
Preocupadas em garantir projetos significativos para seus municípios, na mesma ocasião, as prefeitas Elayne e Gracinha participaram de uma audiência com o superintendente Regional da Caixa Substituto, Marco Antônio Queiroz.  Durante o encontro, as gestoras buscaram firmar novos convênios em benefício das cidades administradas por elas.