Marcas e patentes são discutidas em Sergipe

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 26/07/2012 às 21:23:00

Orientações sobre marcas, patentes e linhas de financiamento do Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES) foram passadas durante palestras promovidas pelo Instituto Euvaldo Lodi (IEL), em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) e a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec), por meio do Projeto de Extensão Industrial Exportadora (PEIEx); O evento foi direcionado para micro, pequenas e médias empresas.

Primeira palestrante, a analista do Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), Clara Cerqueira Gomes do Nascimento, orientou os empresários sobre o passo a passo no registro de marcas e patentes no INPI, do tramite inicial até a concessão do registro.

O INPI é uma autarquia federal vinculada ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. De acordo com Clara Cerqueira, a empresa, instituição ou o próprio inventor, podem requerer a titularidade de uma patente no órgão competente do país de interesse. No Brasil, o órgão responsável é o INPI.

A empresária na área de confecção feminina Sandra de Menezes Santos destacou que durante a palestra aprendeu os caminhos para conseguir o registro das suas marcas, existentes desde 2007, inicialmente no âmbito do varejo e agora na indústria. "Na palestra pude tirar todas as dúvidas para realizar o registro, regularizando a minha marca depois de quase 5 anos atuando no mercado'', disse a empresária.

Para falar sobre as linhas de financiamento no BNDES, direcionadas a micro e pequenas empresas, o coordenador da FIES, Rodrigo Rocha, ministrou palestra apresentando as condições, prazos e valores máximos que o empresário pode adquirir, bem como as formas de acessar essas linhas de financiamento. "O banco possui diversas linhas que podem ajudar empresários a financiar máquinas, equipamentos, reformas e construções. As micro e pequenas empresas são as que possuem o maior número de atendimento no BNDES, explicou Rodrigo.

De acordo com o técnico da Sedetec Márcio Monteiro, as palestras apresentaram temas relevantes para classe empresarial. "Aproveitamos o espaço aberto para debates sobre o Programa Sergipano de Desenvolvimento Industrial, o PSDI, gerido pela Companhia de Desenvolvimento Industrial e de Recursos Minerais de Sergipe, a Codise, e trocar informações com empresários sobre o registro de marcas e patentes pelo INPI, destacando a importância do empresário em realizar consulta prévia, antes de qualquer registro, para saber se já não existe no mercado, empresa ou produto com a mesma marca'', explica Márcio.