Ministro Kassab virá a Sergipe lançar corredores de transporte público

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
O governador Jackson Barreto durante encontro com o ministro Gilberto Kassab
O governador Jackson Barreto durante encontro com o ministro Gilberto Kassab

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 11/06/2015 às 00:35:00

O governador Jackson Barreto reuniu-se ontem com o ministro das Cidades, Gilberto Kassab, para discutir investimentos nas áreas de mobilidade urbana, moradia, abastecimento de água e obras de saneamento básico para Sergipe.
Acompanhado de assessores do Ministério, do secretário de Estado de Infraestrutura Valmor Barbosa e do presidente da Deso, Carlos Melo, Jackson cobrou garantia dos contratos celebrados entre o Estado e o Ministério das Cidades, a exemplo dos recursos no valor de R$ 65,5 milhões para a construção dos dois corredores de transporte público coletivo em Aracaju, nos bairros Ponto Novo e Inácio Barbosa (Corredor do Gasoduto) e nos bairros Industrial e Porto Dantas (Corredor da avenida Tancredo Neves). Nesse projeto, o governo do Estado investirá o valor de R$ 23 milhões em indenizações para desapropriação.
"Nossa relação com os estados e municípios é uma relação baseada na verdade. Vamos honrar todos os repasses com prazos que variam de 60 a 75 dias. Vou a Sergipe pessoalmente para o lançamento destes corredores", anunciou o ministro Kassab.

A construção de um conjunto habitacional de 560 casas na Barra dos Coqueiros também foi tema do encontro. O contrato é de R$ 20 milhões. Jackson cobrou ainda a liberação de recursos para construção de casas em Nossa Senhora de Socorro, em Santa Rosa de Lima e em Maruim. O governador explicou que as 1.184 casas de Socorro aguardam garantia dos repasses, já que o Estado finalizou os serviços de infraestrutura, com redes de luz, água e esgotamento.
"É preciso que o ministério dê prioridade a esses projetos na área social. Eu fui pessoalmente a Maruim, visitar a comunidade que receberá 45 casas, uma localidade muito pobre no município. Sensibilizei-me com o que vi e resolvi que não poderia passar meu governo sem resolver essa questão. É uma situação que agride as pessoas que tem sensibilidade social", disse o governador, acrescentando que a gestão estadual já fez toda a infraestrutura do local e agora aguarda os recursos do Ministério para erguer as casas.

Saneamento básico - O ministro Gilberto Kassab assegurou que o envio de recursos para obras de abastecimento de água e saneamento básico, que estão em andamento, não sofrerão alterações. "Podem ficar tranquilos que não haverá contingenciamento dos recursos para esta área", garantiu Kassab.