PC do B não abre mão da candidatura de Edvaldo Nogueira

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Professor Antonio Bittencourt:  \"Edvaldo é o nosso candidato\"
Professor Antonio Bittencourt: \"Edvaldo é o nosso candidato\"

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 10/07/2015 às 00:25:00

O Partido Comunista do Brasil (PC do B), através do presidente do Diretório Municipal de Aracaju, professor Antonio Bittencourt, foi enfático ao afirmar que o seu partido "não abrirá mão da candidatura de Edvaldo Nogueira à Prefeitura de Aracaju".

Em nota divulgada à imprensa, o professor destacou que "Edvaldo está sendo conclamado pela população a concorrer ao pleito do próximo ano e que a sua candidatura não é fruto de nenhuma articulação artificial ou imposição de grupos políticos majoritários. É o povo que está impondo, não aceitar esse desafio é acovardar-se e o PC do B não se acovarda".
Para o Bittencourt, o momento atual da Prefeitura de Aracaju é de gritante desmando administrativo, notabilizado pela ausência do poder público nos cuidados básicos com a cidade.
"Aracaju está suja, mal iluminada, descuidada, o prefeito é um obcecado em elevar impostos e criar taxas, os aracajuanos estão lamentando o descaso e cobram mudanças. João Alves, que vendeu a ilusão de que seria a solução, agora não passa de gestor inoperante e descomprometido com a nossa cidade", lamenta.
Segundo o presidente do Diretório Municipal de Aracaju, o partido estará reunido na próxima terça-feira, dia 14, às 17h. Na pauta, estará a construção do projeto político eleitoral de 2016.
"Ainda não estamos em processo eleitoral, nem queremos precipitar isso, nessa reunião iremos nos aprofundar na análise da situação da nossa cidade e iniciar um conjunto de debates com a sociedade civil sobre o futuro de Aracaju. O PC do B quer debater com militantes, técnicos, intelectuais e a população em geral sobre o futuro da nossa cidade".

O presidente do Diretório Municipal de Aracaju disse ainda que no campo político partidário, diversos cenários podem se apresentar, mas a prioridade do seu partido é garantir a unidade do bloco liderado por Jackson Barreto.
"Jackson é o líder do nosso grupo, figura referencial na definição do rumo político, trabalharemos muito para garantir o seu apoio. Desde as eleições de 1985, até a de 2012, todos os candidatos vitoriosos contaram com o apoio e a orientação política de Jackson, exceto em 2000 e 2012, quando os candidatos apoiados foram, respectivamente, o senador Valadares e o deputado Valadares Filho", finaliza.