Zanetti confirma favoritismo e conquista medalha de ouro no Pan de Toronto 2015

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
O brasileiro Arthur Zanetti  conquistou na tarde desta terça-feira 14, em Toronto o único titulo que faltava na sua vitória carreira: o ouro pan-americano
O brasileiro Arthur Zanetti conquistou na tarde desta terça-feira 14, em Toronto o único titulo que faltava na sua vitória carreira: o ouro pan-americano

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 15/07/2015 às 00:49:00

Arthur Zanetti viajou ao Canadá com um objetivo claro. Conquistar o título nas argolas nos Jogos Pan-Americanos e colocar em sua galeria o único ouro que faltava em sua carreira - ele já tem um título mundial e um olímpico. E, como esperado, o brasileiro deixou o Coliseu de Toronto com o ouro das argolas pendurado no pescoço. "Um alívio maravilhoso. O ouro que estava faltando na minha coleção", falou Zanetti em entrevista ao Sportv.
O título havia escapado em Guadalajara-MEX. Há quatro anos, em sua primeira aparição em um Pan, ele terminou na segunda colocação. Mas nesta terça-feira, o atleta de 25 anos anotou 15,725 pontos em sua apresentação e não deu chances aos seus concorrentes. Quem chegou mais perto de Zanetti foi o americano Donell Whittenburg, com 15,525.

O sorriso estampado no rosto durante a cerimônia de premiação mostrava a felicidade do ginasta que explicou que ao subir no pódio o atleta entende que foi o campeão. Ele ainda ressaltou a presença da torcida brasileira que apoiou durante toda a apresentação e que antes mesmo do término da série já estava aplaudindo.
A pontuação obtida pelo brasileiro ficou um pouco distante da melhor de sua carreira, que é de 16,050 e foi alcançada no último mês de maio, durante a disputa da Copa do Mundo de São Paulo, no Ginásio do Ibirapuera. Por ter feito o melhor resultado na eliminatória, Zanetti foi o último a se apresentar, já sabendo o resultado de todos os adversários. Tranquilo, executou os seus movimentos com precisão e arrancou aplausos entusiasmados do público canadense.

Depois da cerimônia houve muito assédio sobre o campeão. Torcedores brasileiros e de outros países correram junto a cerca que separa da área de competição para tirar fotos do ginasta. Zanetti estava tão feliz que nem foi preciso esforço para sorrir. Na sequência, as pessoas colocaram as mãos pelos vãos da grade e o atleta cumprimentou todos.
Na entrevista, ele ainda deixou claro que o ouro não pode levar a zona de conforto. Afirmou que precisa colocar mais dificuldade na série e executar de forma mais precisa a apresentação para continuar competitivo em outras competições.