Banese anuncia criação de Universidade Corporativa

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 17/07/2015 às 00:32:00

O Banco do Estado de Sergipe está anunciando a criação da Universidade Corporativa Banese (UCB), que terá a modalidade de Educação a Distância (EAD) como principal ferramenta para a disseminação de conhecimentos corporativos entre os colaboradores da empresa. A Universidade Corporativa contará com um Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) personalizado para as necessidades do banco, a ser disponibilizado na rede de comunicação interna da empresa (Intranet/Colaborando), assim como na internet. Com a possibilidade de acessar o AVA fora do ambiente de trabalho, o colaborador que tiver interesse poderá realizar os cursos ofertados com mais comodidade e flexibilidade.

Neste ambiente virtual, considerado a sala de aula da Universidade, estarão disponíveis dezenas de cursos voltados para o desenvolvimento de competências essenciais, gerenciais e técnicas. Através deste ambiente, será possível publicar e acessar os cursos; mandar e receber mensagens através de e-mails, utilizar chats (bate papos) e fóruns; participar de comunidades virtuais; acessar uma biblioteca virtual e assistir vídeos, dentre outras possibilidades de aprendizagem.

Vinculada à Superintendência de Gestão Estratégica do Banese, a Universidade Corporativa será lançada em breve, beneficiando, inicialmente, 250 funcionários do banco por mês. Segundo o superintendente de Gestão Estratégica, Luciano Cerqueira Passos, o projeto é importante para a qualificação profissional e pessoal dos colaboradores do Banese. "A EAD no universo corporativo é uma importante ferramenta para o desenvolvimento de competências técnicas e pessoais, pois possibilita o acesso a capacitações para um maior número de colaboradores, de maneira plural e igualitária", destacou o superintendente.

Além disso, de acordo com a assessora da Presidência do Banese, Léa Monteiro Rocha, a UCB irá proporcionar a democratização do conhecimento no banco, promovendo a universalidade de ideias e saberes. "O Banese, com o lançamento da UCB, estará entrando numa nova fase do seu processo de gestão, voltado para preparar o seu corpo funcional, já que são as pessoas o maior ativo de uma organização. A democratização do conhecimento deve levar em consideração a meritocracia e o interesse por novos conhecimentos. Isso tudo se justifica pela necessidade de oferecer serviços com cada vez mais qualidade", finalizou Léa.