Brasil receberá mais uma vez etapa de Copa do Mundo de Ginástica Artística

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
O sucesso obtido com a competição este ano, credenciou o Brasil a sediar uma etapa da Copa do Mundo de GA, em 2016
O sucesso obtido com a competição este ano, credenciou o Brasil a sediar uma etapa da Copa do Mundo de GA, em 2016

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 26/07/2015 às 00:10:00

A presidente da Con-federação Brasileira de Ginástica (CBG), Luciene Resende retornou de Toronto no Canadá, onde participou dos Jogos Pan-Americanos e da reunião de Assembleia Geral da União Pan-Americana de Ginástica (UPAG). Além das 10 medalhas conquistadas nos Jogos Pan-Americano, Luciene trouxe uma boa noticia para os brasileiros. "Mais uma vez vamos sediar uma das etapas da Copa do Mundo de Ginastica Artística", revelou a presidente, acrescentando que a competição será realizada de 20 a 22 de maio de 2016, em São Paulo (SP).

A concorrência foi acirrada. Afinal, 11 países estavam na disputa. Mas a primeira vitória nesta competição é do Brasil, que conseguiu, por meio da Confederação Brasileira de Ginástica (CBG), a chance de ser sede de mais uma etapa da Copa do Mundo de Ginástica Artística. Depois de ser palco do mesmo campeonato em maio deste ano, o Brasil receberá os melhores ginastas do mundo de 20 a 22 de maio de 2016, em São Paulo (SP), às vésperas dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro

A etapa de 2015 foi considerada de grande sucesso, o que pesou na decisão da Federação Internacional de Ginástica (FIG) pela escolha do Brasil mais uma vez. O total de nove medalhas conquistadas pelos ginastas brasileiros animou ainda mais a torcida, que lotou o Ibirapuera entre os dias 1º e 3 de maio. Segundo a presidente da CBG, Luciene Resende, o fato de receber mais uma etapa da Copa do Mundo confirma o bom trabalho realizado na ginástica brasileira.
- Estamos muito felizes com a decisão da FIG, já que enxergamos isso como uma prova de confiança no trabalho de todos nós da ginástica. Vamos ter mais um desafio pela frente e acredito que, contando com o apoio e empenho de todas as pessoas envolvidas, conseguiremos realizar mais um belo evento, disse Luciene.

A presidente da CBG quer mais do que um campeonato bem realizado. "Claro que a primeira ideia é receber todos os participantes da melhor maneira e com a melhor estrutura possível, mas nosso objetivo sempre é proporcionar boas condições para que os ginastas brasileiros tenham chances de conquistar medalhas para o nosso País e servir de preparação para os Jogos Olímpicos 2016", complementou Luciene Resende.
O atual momento da ginástica brasileira é extremamente positivo, especialmente depois da participação nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, no Canadá, onde, em nove dias de competição, o Brasil conseguiu medalhas de ouro, prata e bronze.