Everson se despede dos proletários

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Emocionado, o goleiro Éverson chorou na despedida e disse que um dia ainda volta ao Confiança
Emocionado, o goleiro Éverson chorou na despedida e disse que um dia ainda volta ao Confiança

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 30/07/2015 às 00:22:00

Foi uma despedida emocionante. Com direito a choro, muita emoção e demonstração de amor à camisa proletária e carinho à torcida.
 O goleiro Everson confirmou na tarde desta quarta-feira 29, que está mesmo deixando o Confiança. O atleta embarca nesta quinta-feira 30, para Fortaleza onde se submeterá a exames médicos para ingressar na equipe do Ceará.
- Se dependesse de mim não sairia. Mas tenho uma família, uma mulher que eu amo muito e três filhos para criar. A carreira é curta e não podemos "deixar o cavalo passar selado". A primeira oportunidade temos que montar, porque não sabemos se a vida nos dará uma segunda oportunidade, disse o goleiro com a voz embargada e os olhos cheios de lágrimas.

Everson fez questão de dizer que não era um adeus. "É apenas um até breve. Vou fazer o meu pé de meia e com certeza ainda volta a defender a camisa do Confiança. Isso em prometo".
Nesta quarta-feira Everson não treinou, foi à Arena Batistão onde a equipe treinava, para dar adeus aos colegas, aos torcedores e à imprensa. "Foi difícil aceitar a proposta do Ceará, depois de um ano de tantas alegrias aqui no Confiança. Mas sou profissional, e como atleta, tenho minhas metas e como ser humano tenho meus sonhos. Sempre sonhei defender uma grande equipe do Brasil. Uma equipe da Série A. Sonho também em chegar à Seleção Brasileira".
Vou levar como lembrança, os melhores momentos que passei no Confiança. "O primeiro, é claro, foi o acesso à Série C, onde fizemos história no estado e isso ninguém tira. E o outro momento foi quando levantei o troféu de campeão sergipano, quando eu era o capitão e recebi o carinho dos torcedores".