Internacional não supera queda na Libertadores e demite Diego Aguirre

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Aguirre é mais um técnico que cai. Inter não supera queda na Libertadores e demite o treinador. Muricy Ramalho está na mira dos dirigentes
Aguirre é mais um técnico que cai. Inter não supera queda na Libertadores e demite o treinador. Muricy Ramalho está na mira dos dirigentes

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 07/08/2015 às 00:59:00

Porto Alegre, RS - Aca-bou a paciência do Internacional com o técnico Diego Aguirre. Isso porque o clube acertou a rescisão com o treinador nesta quinta-feira 6, a quatro dias do clássico Gre-Nal na Arena do Grêmio, às 18h30 do próximo domingo, pela 17ª rodada do Brasileirão. O principal agravante foi a eliminação na Libertadores diante do Tigres-MEX.

Aguirre nunca foi unanimidade no colorado e a queda na competição continental com um péssimo rendimento fora de casa agravou a situação do treinador. Desde que chegou, o técnico pregou o rodízio de jogadores, até mesmo dos goleiros, sem titular absoluto. Até mesmo o ídolo D'Alessandro foi para o banco de reservas.
Ao que parece, o principal adversário do treinador uruguaio foi mesmo o temido futebol brasileiro. Na sua passagem pelo Internacional, Aguirre foi campeão Gaúcho em cima do rival Grêmio e ainda levou o elenco até a semifinal da Libertadores. Como priorizou a competição continental, o clube ainda está longe de brigar por alguma coisa no Brasileirão, com 21 pontos e na 10ª posição. Além disso, vinha de quatro jogos invictos, com duas vitórias e dois empates.

Os números finais são bons: 48 jogos, com 24 vitórias, 15 empates e nove derrotas, e um aproveitamento de 60,4%. O nome mais cotado para assumir a função é o técnico Muricy Ramalho, que deixou o São Paulo no primeiro semestre. A saída de Aguirre foi comunicada oficialmente, em entrevista coletiva na tarde desta quinta-feira.