Conquista inédita: vaga na Segunda Divisão do Brasileiro de Basquete Feminino Sub-15

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Festa para as meninas da Seleção Sergipana Feminina de Basquetebol Sub 15, no desembarque no Aeroporto de Aracaju, depois da conquista do vice- campeonato brasileiro, em Curitiba
Festa para as meninas da Seleção Sergipana Feminina de Basquetebol Sub 15, no desembarque no Aeroporto de Aracaju, depois da conquista do vice- campeonato brasileiro, em Curitiba

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 28/08/2015 às 00:43:00

Um fato inédito no basquetebol feminino de Sergipe. A Seleção Sergipana Sub-15, que tem à frente o jovem treinador Thiago Cerqueira, conquistou o vice-campeonato brasileiro da modalidade e como consequência, o acesso à Segunda Divisão do Brasileiro dessa modalidade. Na próxima competição, Sergipe disputará o Campeonato Brasileiro da Segunda Divisão.   

Além do vice-campeonato, a Seleção Sergipana teve ainda a cestinha da competição, Letícia Aires com 70 cestas, enquanto Cecília Menezes foi eleita a melhor armadora da competição. Sergipe esteve bem perto do título, mas perdeu na decisão para Goiás.
A competição foi realizada em Curitiba, no período de 9 a 15 de agosto e Sergipe chegou à grande final, para encarar a Seleção de Goiás, para quem perdeu de 42 x 26. Até chegar à final, Sergipe obteve os seguintes resultados: Sergipe 35 x 46 Goiás, Sergipe 41 x 18 Rio Grande do Norte, Sergipe 59 x 20 Acre, Sergipe 48 x 29 Tocantins e na final, Sergipe 26 x 42 Goiás.
- Não conquistamos o título de campeão, mas estamos satisfeitos com o rendimento da equipe. Foi uma competição nacional, onde o nível técnico é muito alto. É um muito acima daqueles campeonatos que a gente participa por aqui. O pouco tempo para treinamento influiu um pouco. Mas o tempo que tivemos foi muito bem aproveitado, comentou Thiago Cerqueira.

Além da parte técnica, Thiago destaca a união do grupo e o sentido de equipe, observado em todas as partidas. "Foi muito importante a união das meninas, dentro e fora das quadras. Elas constituíram uma verdadeira família, se uniram em torno de um único objetivo, que era fazer bonito na competição. A federação nos apoiou bastante e isso é importante, para esse início de carreira delas no basquete escolar", disse Thiago.

Leticia comemorou o seu desempenho. "Ficamos bem felizes por subir de divisão pela primeira vez e ainda consegui ser a cestinha da competição. Quero agradecer aos técnicos que passaram por aqui", completou a cestinha Letícia.
O presidente da Federação Sergipana de Basquete (FSB), Damião Teles Meneses, ficou satisfeito e orgulhoso com o trabalho das meninas na competição.
- Esse título representa um divisor de águas do nosso basquete. Há muito tempo que estamos buscando essa conquista, e agora passamos da Terceira para a Segunda Divisão. Estamos muito felizes com o trabalho que vem sendo realizado na federação, com atletas da base feminina e masculina, disse o presidente.