João Daniel apela ao governo federal que possa atender pauta de servidores do INSS

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
João Daniel discursa na tribuna da Câmara
João Daniel discursa na tribuna da Câmara

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 02/09/2015 às 00:32:00

Reconhecendo a impor-tância dos servidores da Previdência Social, o deputado João Daniel (PT/SE) fez um apelo ao governo federal, através dos ministros do Planejamento, Nelson Barbosa, e da Previdência, Carlos Gabas, para que analise a pauta dos servidores que estão em greve desde o dia 9 de julho e possa atender as reivindicações da categoria. Na última sexta-feira, o parlamentar participou de uma assembleia dos servidores do INSS em Sergipe e recebeu deles a pauta com os pontos solicitados. Na tribuna da Câmara, na sessão dessa terça-feira, dia 1, o deputado registrou sua solidariedade a todos os trabalhadores da Previdência e se dispôs a ajudar no que puder, para que o INSS continue forte e valorizado
 "São servidores que engrandecem essa instituição, que já foi uma das mais desgastadas, mas que depois dos governos Lula e Dilma é vista hoje pela sociedade brasileira com respeito e que foi instalada em todas as partes do país, para dar dignidade a todos os trabalhadores que durante toda vida contribuíram", destacou.

 João Daniel colocou o mandato à disposição desses trabalhadores para ajudá-los nas negociações. Na última sexta-feira, eles decidiram pela manutenção da greve, até que haja avanço nas negociações. Os grevistas esperam que haja uma melhora na proposta apresentada pelo governo federal, através da Secretaria de Relações de Trabalho no Serviço Público, do Ministério do Planejamento, especialmente no que se refere à reivindicação de jornada semanal de 30 horas, índice de reajuste salarial, percentual e prazo de vigência da proposta e o adiantamento da média das gratificações para janeiro de 2016.
 "Queremos reafirmar que este nosso posicionamento representa a nossa obrigação como parlamentar, de forma que os servidores podem contar com nosso total apoio. O governo da presidenta Dilma se elegeu para mudar e continuar mudando o Brasil, para fazer um grande governo, com um serviço público forte e as categorias têm o direito de fazer greve e ir para as ruas e exigir seus direitos", ressaltou João Daniel.