Enem 2015: Estudantes rumo à universidade pública

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto





Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 30/09/2015 às 12:20:00

MILTON ALVES JUNIOR
miltonalvesjunior@jornaldodiase.com.br


Um passo para o futuro. Na luta por êxito no Exame Nacional do Ensino Médio deste ano, milhares de adolescentes sergipanos abdicam dos momentos de lazer por aulas práticas e revisões gerais que já começam a ser organizadas por escolas das redes pública e particular. O denominador final desejado por estes jovens é conquistar uma das vagas disponíveis em universidades federais instaladas nos quatro cantos do Brasil. Para chegar ao topo do sucesso estudantil, ao menos para nesta etapa da vida, é preciso, além da dedicação didática, percorrer diariamente muitos quilômetros dentro de um ônibus coletivo.

Este ano 115.766 pessoas se candidataram para fazer a prova em Sergipe, destes, uma média de 70 mil necessitam do transporte coletivo para se locomover até as unidades educacionais. Trata-se de uma maratona difícil, muitas vezes cansativa, porém essencial e que pode resultar em ampliação do próprio conhecimento global e econômico. São nas inúmeras entradas e saída destes automóveis que surgem oportunidades para dialogar com pessoas mais experientes e conseguir de tabela - como destacam os cronistas esportivos, aprendizados essenciais a serem utilizados, por exemplo, nas questões do Enem 2015. ‘Atenção’ é palavra de ordem para aqueles que se preparam para o Exame.

Especialista em psicologia escolar e educacional pela Universidade Federal de São Paulo (USP), a sergipana Ellen Alcantara utiliza desenhos animados e séries de sucesso como exemplos para despertar a captação de informações por parte dos candidatos. Atuante em duas escolas instaladas na capital sergipana, Aracaju, ela indaga a possibilidade de o tema da tão esperada prova de Redação esteja circulando diuturnamente dentro dos ônibus coletivos. Esse argumento é apresentado diante do alto número de passageiros que utilizam o sistema coletivo de transporte público. Atualmente são 598 veículos responsáveis por promover assistência logística para 280 mil passageiros por dia, e sete milhões a cada mês. Por ano são contabilizados 84 milhões de usuários.

“Todas as semanas eu participo de atividades junto a estes adolescentes que se preparam para o Enem e tenho dito: se analisarmos, os temas das redações têm fugido do assunto principal e de amplo debate na mídia nacional. É preciso acionar aquela anteninha do Chapolim Colorado e captar tudo o que é dialogado dentro dos ônibus já que a diversidade cultural é imensa devido ao grande público que tem acesso a este tipo de transporte”, declarou. Paralelos às conversas realizadas neste trânsito entre casa e escola, muitos ônibus possuem sistema de rádio. Isso contribui ainda mais para que o estudante esteja sempre atento ao que é debatido pelo mundo a fora.

As datas das provas do Enem 2015 foram marcadas para os dias 24 e 25 de outubro. Além da redação de cunho dissertativo-argumentativo, está condensado em 180 questões de múltipla escolha divididas igualmente entre quatro áreas de conhecimento: Ciências Humanas e suas Tecnologias, Ciências da Natureza e suas Tecnologias; Matemática e suas Tecnologias; e Linguagens, Códigos e suas Tecnologias. De acordo com o Professor de Geografia Alfredo Gomes, os alunos começam a entrar na última fase de preparação para o exame e neste período sobe o índice de candidatos circulando nos principais polos educacionais da Grande Aracaju. O docente avalia o transporte coletivo como fundamental para a ascensão dos estudantes.

“A partir de amanhã começa o mês de outubro e com ele chegam as revisões finais. De manhã, tarde e noite centenas de alunos seguem até escolas como o Dom Luciano para poder participar desses encontro e aprimorar o conhecimento. Sem medo de errar, 90% dos estudantes da rede pública necessitam do transporte coletivo para ter acesso à educação. Sem o aprimoramento desses veículos seria mais difícil para estes candidatos”, destacou. Durante diálogo realizado junto ao Jornal do Dia, a direção do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Município de Aracaju (Setransp) informou ter consciência desta missão progressista e tem trabalhado para qualificar o sistema na região metropolitana.

Persistência – No auge da adolescência, Gênisson Marques dos Santos, de 17 anos, diz estudar das 7h30 às 20h, com pausa de 1h20 para almoço. Morador do bairro Santa Maria, zona carente e suburbana de Aracaju, o jovem promissor diz conhecer de perto as dificuldades da população local e por isso batalha com os livros e artigos a fim de se tornar exemplo para outros moradores. Persistente nos sonhos, o estudante que cursa o terceiro ano do ensino médio diz tentar uma vaga para medicina. Ele sabe das dificuldades, mas tem como ‘ídolo’ outro gênio da respectiva geração que se tornou destaque nacional no Enem 2014.

Essa inspiração vem de José Victor Menezes Teles, hoje com 15 anos de idade. No ano passado ele era aluno do 1º ano do ensino médio do Colégio Estadual Murilo Braga, em Itabaiana (SE), a 52 km da capital, quando conquistou uma vaga na disputada Universidade Federal de Sergipe (UFS). “Assisti a entrevistas dele e vi o quanto ele andava de ônibus para ir à escola. Se ele conseguiu, eu também posso conseguir. Todo dia uso o ônibus para ir e voltar da minha escola. É difícil, rotina cansativa, mas sei que posso em meio às dificuldades conquistar meus objetivos que é passar no Enem e ir cursar medicina na UFS. Espero que esse ano eu possa ser o ‘José Victor’ da vez”, afirmou.

 Mílton Alves Júnior
Jornalista / DRT-1673