Aratu Milonga - EP (2012)

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 03/10/2015 às 16:32:00

Há na urgência marcial das composições reunidas no EP Aratu Milonga, debute da Coutto Orchestra de Cabeça, uma ênfase parida pela necessidade. A reiteração de algumas poucas frases fundamentais revela a essência de um enredo intimista, que dispensa palavras e projeta contornos difusos, sombras de símbolos originais, para nos falar de histórias passadas no baldio de não se sabe onde. A informação sujeita à intuição. A silhueta no lugar da imagem.
Sob o manto bélico de uma marcha ou no colorido de uma fanfarra (o tom e a forma pouco importam), as composições assinadas por Alisson Coutto (aka Alemão) seguem à risca o aparente propósito de comunicar sensações por meio de quase nada. Apesar do aparato tecnológico e do instrumental numeroso (projeções, controladores, teclas, percussão, vozes, cordas e metais), tudo é muito simples e direto. Melodias curtas, com pequenas variações, repetidas à exaustão, provocam os nervos até que neguinho não aguenta mais e se derrama feito o coração do poeta - um balde despejado.