Dragão volta aos treinos nesta quarta

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
O capitão Richardson disse que faltou sorte nas finalizações, mas o Confiança vai buscar essa classificação, na casa do adversário
O capitão Richardson disse que faltou sorte nas finalizações, mas o Confiança vai buscar essa classificação, na casa do adversário

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 07/10/2015 às 01:57:00

Dois dias depois do empate em 0x0 com o Londrina, jogadores e Comissão Técnica do Confiança retornam ao trabalho na manhã desta quarta-feira. Eles foram libertados no domingo e alguns foram as suas cidades reverem familiares e outros ganharam um tempinho a mais para passar com os familiares.
Na manhã desta quarta-feira 7, todos se reapresentam pela manhã no Sabino Ribeiro, quando iniciam os trabalhos de preparação para a partida do dia 18, contra o Londrina no Estádio do Café.  A reapresentação está marcada para as 8h30, quando será definida toda a programação até a data de embarque para a cidade do Norte do Paraná.

A exemplo do que aconteceu na partida do dia 4 na Arena Batistão, o treinador Betinho não conta com problemas de ordem física ou disciplinar e terá todo elenco a sua disposição.     
Proletários ainda lamentam o empate em branco, mas acreditam que o time tem força e disposição para conseguir um bom resultado e conquistar a classificação.
- Tentamos ao máximo, demos o nosso melhor, mas estávamos muito afobados na hora de finalizar. Agora é descansar, pensar no próximo jogo e trabalhar forte para fazer um grande jogo lá em Londrina e sair classificado, comentou o volante e capitão da equipe, Richardson.

Quem também falou sobre o desempenho da equipe e pediu tranquilidade para a partida de volta no Paraná foi o meia Almir Dias, que entrou na segunda etapa do empate sem gols no último domingo no Batistão com o Tubarão.
- Chegamos, criamos muitas chances de gol, o segundo tempo foi todo nosso. O jogo até começou bem equilibrado, nos primeiros 15 minutos eles foram melhores, mas depois nós tomamos conta da partida. Faltou só aquela última bola para finalizar. Agora, é botar a cabeça no lugar, ter tranquilidade, chegar lá e brigar de igual para igual, afirmou o meia Almir Dias.