Festa para proletários no Aeroporto

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Torcedores do Confiança esperaram mais de três horas no saguão do Aeroporto pelo desembarque da delegação
Torcedores do Confiança esperaram mais de três horas no saguão do Aeroporto pelo desembarque da delegação

Betinho foi carregado nos braços e recebeu o abraço e o carinho de vários torcedores
Betinho foi carregado nos braços e recebeu o abraço e o carinho de vários torcedores

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 21/10/2015 às 00:52:00

A torcida do Confiança esperou mais de 3 horas o desembarque da delegação para homenagear seus atletas e comissão técnica. Os jogadores foram recebidos como verdadeiros heróis e aclamados como guerreiros. O treinador Betinho foi carregado nos braços da torcida, do saguão do aeroporto até o ônibus que aguardava a delegação com os gritos de. "Guerreiros...guerreiros...guerreiros, grupo de guerreiro". Tudo isso, como reconhecimento pela campanha do time sergipano na Série C.    

Para uma boa parte da torcida, o Confiança não perdeu o acesso a Série C, apenas adiou. A luta continua na próxima temporada. No próximo ano, a equipe já tem quatro competições oficiais, mas o foco continua sendo o Brasileiro da Serie C. O time proletário vai disputar o  Campeonato Sergipano, a Copa do Nordeste, a Copa do Brasil e Brasileiro da Série C.

Recepção - Ao pisar em solo sergipano, os jogadores deixaram a área de desembarque e se misturam aos torcedores e familiares, que estavam presentes. O treinador Betinho foi colocado nos braços pelos torcedores azulinos, que reconheceram tudo aquilo que foi desenvolvido pela diretoria, comissão e atletas. Faixas com a palavra "Guerreiros" e uma outra, com a frase que representa trecho do hino do Confiança "Tua luta continuará", foram esticadas por torcedores mais apaixonados.
Ainda no saguão do aeroporto, o treinador Betinho fez uma avaliação da temporada nacional, relacionando o trabalho e dedicação dos atletas e todo grupo.
 - Tudo que eles fizeram desde o dia que eu cheguei há um ano e sete meses, de maneira alguma deixaram de lado aquilo que nós pedíamos e hoje estamos chateados e frustrados por não termos conseguido o acesso, mas por outro lado, feliz por tudo aquilo que fizemos pelo Confiança, lamentou o comandante técnico proletário.

Betinho disse que trem interesse em permanecer no Confiança. "Já tivemos uma conversas inicial com o presidente e nos próximos dias estaremos definindo essa situação. Existe interesse das duas partes e assim fica mais fácil", avaliou o treinador, ainda no aeroporto.
Encontros serão realizados para definir planejamento para a temporada do próximo ano e o presidente Luiz Roberto, já garantia a permanência de Betinho e toda comissão técnica, além dos jogadores desejados pelo treinador. "Betinho só não fica no Confiança, se não quiser. Iremos fazer o possível para mantê-lo no comando técnico do Confiança", afirmou o presidente Luís Roberto.