Betinho pede permanência de Richardson

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
O treinador Betinho deve continuar no comando do Confiança e não abre mão de ter no elenco o capitão Richardson
O treinador Betinho deve continuar no comando do Confiança e não abre mão de ter no elenco o capitão Richardson

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 22/10/2015 às 11:11:00

Tido como certa a re-novação do contrato do treinador Betinho, os dirigentes proletários começam a se preocupar com a formação do elenco para a próxima temporada e a renovação dos contratos dos principais jogadores. Em entrevista à TV Sergipe nesta quarta-feira 21, Betinho disse que tem interesse em continuar e se assim for definido, pretende continuar com 70% do atual elenco.    
Betinho deixou bem claro que não abre mão de ter no elenco de 2016, o capitão Richardson. Betinho considerou Richardson como a peça principal do elenco, o ponto de equilíbrio, o esteio e alicerce do time.
- Já tive uma conversa com Richardson e com outros jogadores também. Mas especificamente com ele. Caso eu permaneça, vou fazer questão de que ele permaneça também. Lógico que vai ter que ter um reconhecimento do clube, pois hoje é um atlet6a supervalorizado.  Mas é um jogador muito importante. Ele é um alicerce do nosso time, disse Betinho.
O treinador azulino completou um ano e sete meses de trabalho à frente do time proletário. De lá para cá, o aproveitamento foi acima da média. Em 73 jogos, foram 40 vitórias, 19 empates e 14 derrotas. Foram duas conquistas estaduais e um acesso para a Série C.
- São meus melhores números como treinador de futebol, sem dúvida. Nunca fiquei tanto tempo em uma equipe e principalmente conquistando títulos, acesso. Isso faz com que eu me sinta muito orgulhoso do trabalho realizado. Só que aumenta a responsabilidade.
No ano que vem, o Confiança terá uma temporada ainda mais desafiadora. Além do Campeonato Sergipano, a equipe tem pela frente Copa do Brasil e Copa do Nordeste, além da Série C do Brasileiro, que vai ter um grupo ainda mais difícil. Além de equipes fortes como ASA-AL, América-RN, Botafogo-PB, Fortaleza-CE, podemos ter as inclusões de equipes como o Remo e possivelmente Ceará e ABC, equipes tradicionais da região.