Sergipe é o 2º no Nordeste no número de jovens na escola

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 01/08/2012 às 14:50:00

Sergipe ocupa a segunda posição no Nordeste com alunos matriculados na educação básica, à frente de estados como Ceará, Pernambuco, Alagoas e Bahia. Segundo números do Censo do IBGE, publicados no Jornal O Globo de segunda-feira, 30, nenhum Estado brasileiro conseguiu até hoje incluir todas as crianças de 6 a 14 anos na escola.

A média nacional de estudantes não inclusos representa 3% do total desta faixa etária. Neste indicador, o estado de Sergipe está abaixo da média nacional com apenas 2,8% de crianças e adolescentes, em idade escolar, fora da escola e 97,2% frequentando as salas de aula, o que representa a universalização do ensino nessa faixa etária.

Compromisso - Segundo o secretário de Estado da Educação, Belivaldo Chagas, a vantagem em relação aos outros estados é a prova do compromisso que o Governo de Sergipe tem com a educação pública de qualidade que estimule o aluno a frequentar a escola. "O Governo de Sergipe, entre outras ações, assegura o pagamento do Piso Salarial, mantendo a remuneração entre R$ 2.031,00 a R$ 5.806,00, paga o Incentivo Interiorização e a Progressão Vertical Automática aos seus professores, com o intuito de valorizar o trabalho docente e elevar a qualidade do ensino público", ressaltou.

"Além disso, estamos promovendo a organização curricular das unidades escolares e discutindo a melhoria da gestão para o sucesso dos alunos e a obtenção de bons resultados nas avaliações externas", disse Belivaldo.
Para ele, outro aspecto que não pode ser esquecido foi a realização do concurso público para nomeação de novos professores efetivos na rede estadual, garantindo o atendimento da oferta do ensino nos seus diversos níveis.