Brasil garante oito medalhas no Meeting de Vitória

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
A Seleção de Conjunto foi um dos destaques do Meeting Internacional em Vitória. Natalia Gaudio foi o destaque individual
A Seleção de Conjunto foi um dos destaques do Meeting Internacional em Vitória. Natalia Gaudio foi o destaque individual

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 24/11/2015 às 00:05:00

O público de Vitória (ES) compareceu em peso ao Centro Esportivo Tancredo de Almeida Neves, o Tancredão, para ver de perto grandes nomes da ginástica rítmica mundial e deu show nas arquibancadas. A Ucrânia foi o grande destaque, mas as Seleções Brasileiras Individual e de Conjunto corresponderam dentro de quadra e conquistaram oito medalhas durante os dois dias do V Meeting da modalidade, encerrado na tarde deste domingo (22). Além do Brasil, estavam na disputa África do Sul, Alemanha, Estônia, Suécia e Ucrânia.
Muito aplaudido pela torcida, o conjunto nacional, que treina em Aracaju, composto por Beatriz Pomini, Dayane Amaral, Emanuelle Lima, Francielly Machado, Jéssica Maier e Morgana Gmach, fez bonito na série de dois arcos e três pares de maças e obteve 17,250 pontos. As ucranianas ficaram com o ouro, com 17,650, e a Alemanha com o bronze, com 16,900. Na sequência, mais uma medalha de prata na coreografia das cinco fitas, após somarem 16,100. A Ucrânia foi a primeira colocada, com 16,900, e a Alemanha a terceira, com 14,400.

A treinadora chefe do conjunto, Camila Ferezin, destacou a importância dessa experiência em casa para as ginastas, classificadas para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016. "Realmente foi muito válido estar aqui com o ginásio cheio. Nós temos muito que trabalhar até os Jogos Olímpicos e queremos aperfeiçoar ainda mais as nossas coreografias. Vamos seguir nosso planejamento e saímos daqui felizes com o resultado", contou a técnica, que adorou o desempenho da equipe na coreografia de arco e maças. "Elas foram muito lindas e conseguiram executar o mais próximo possível da perfeição", completou.  
No individual, Natália Gaudio levantou os capixabas e levou quatro bronzes. No arco, a nota foi 17,000. As ucranianas Ganna Rizatdinova (18,700) e Viktoria Mazur (17,450) foram as primeiras. Já na bola, fez 16,750 e ficou atrás apenas de Ganna (18,500) e Viktoria (17,350). Nas maças, Natália empatou na terceira posição com a ginasta da Estônia Carmel Kallema, com 16,300. Novamente Ganna conquistou o ouro (18,350) e a prata ficou com Viktoria (17,650).
Para Natália, o público fez toda a diferença mais a uma vez. "A torcida ajudou muito. É como se eles tivessem me carregado na hora das apresentações. Sinto essa energia. Adorei ver o ginásio lotado. Esse Meeting foi uma experiência incrível", comemorou.