Valadares Filho critica medidas econômicas do Governo Federal

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
O deputado federal Valadares Filho
O deputado federal Valadares Filho

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 04/12/2015 às 01:32:00

O deputado federal Valadares Filho (PSB-SE) está preocupado com as medidas adotadas pelo Governo Federal para contornar a crise econômica no Brasil. Em discurso esta semana na Câmara Federal, o parlamentar chamou a atenção sofre o fato e disse ser preciso ações que realmente ajudem o país a superar os problemas econômicos instalados.
"As perspectivas são desanimadoras, os comerciantes sentem a queda das vendas desde o início do ano e sabem que deve haver menos consumidores dispostos a comprar em dezembro. Eles foram realistas e esperaram para fazer as encomendas do final do ano, mas a melhora anunciada pelo Governo Federal não veio", argumenta Valadares.
O parlamentar lembra que várias empresas e indústrias foram obrigadas a encerrar as atividades este ano, estendendo a desesperança até os familiares daqueles que perderam os empregos. Para o deputado federal, são necessárias ações concretas que revertam essa situação, ainda mais diante do novo cenário político ocasionado pela abertura do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT).
Os dados reforçam a preocupação do parlamentar. Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o PIB (Produto Interno Bruto) teve uma queda de 1,7% no terceiro trimestre deste ano, resultado que mantém o Brasil na pior recessão econômica das últimas décadas.
 "É a terceira queda consecutiva e a mais forte registrada nesse período, desde 1996. Em um ano e meio, o Brasil acumula queda de 5,8% no PIB. Somos superados somente pela Rússia, Ucrânia e Venezuela. Os dois primeiros estão envolvidos em guerras e o terceiro mergulhado nos estertores da aventura chavista", explica o Valadares.
Para o parlamentar, o Governo Federal, apesar de ter sido avisado várias vezes pelos deputados sobre os gastos governamentais, ignorou o alerta. "Por vezes debochava de quem se ocupava em alertar. Mesmo assim, a Câmara dos Deputados atendeu aos apelos deste mesmo Governo com a aprovação de mais um pacote de medidas, todas elas apresentadas como soluções para estancar a crise e trazer de volta o tão esperado crescimento econômico", acrescenta o deputado.
Valadares Filho endureceu a crítica porque a aprovação dessas medidas iria proporcionar mais dinheiro para os cofres do Governo e superar a crise. "Aprovamos as medidas que nos foram apresentadas como soluções salvadoras, a exemplo da repatriação de dinheiro de contas bancárias no exterior, mudanças no seguro desemprego, no Supersimples, no ISS, na CSLL, na atualização de tarifas, reoneração da folha de pagamento das empresas, alterações na concessão de pensão por morte e auxílio doença, e não vimos os resultados prometidos. Ao contrário. Estamos diante do agravamento do desemprego, da inflação resistente e da paralisia do setor produtivo."