Zezinho Guimarães diz que não cometeu crime eleitoral ou cível

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Deputado Zezinho Guimarães: \"Não cometi crimes\"
Deputado Zezinho Guimarães: \"Não cometi crimes\"

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 05/12/2015 às 00:37:00

O deputado estadual Zezinho Guimarães (PMDB) contestou as argumentações usadas pelo Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe (TRE-SE) para cassar o seu mandato. "Não cometi nenhum crime eleitoral ou cível. Vamos recorrer da decisão, dada a certeza de que não tenho, em minhas contas pessoais ou de campanha, R$ 1,00, sequer, de subvenção", disse, afirmando ter o dever moral de dizer aos seus 34.140 eleitores que não se envergonhem de terem votado nele.
O parlamentar, que está em seu segundo mandato, afirmou que continuará "de cabeça erguida, olhando no olho das pessoas, olhando para a minha família e para os meus amigos, com a mesma tranquilidade que sempre os olhei. Não vou ficar cabisbaixo por que não cometi nenhum ato que desabone a minha conduta política e pessoal".
Defensor da tese de que decisão judicial não se discute, Zezinho ressaltou que vai interpor Embargos Declaratórios na expectativa de que sejam revistos alguns aspectos da decisão proferida na quinta-feira (3) pela Corte Eleitoral.