Itabaiana apresenta atacante Acácio

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
O atacante Acácio Pirambu é a mais nova contratação do Itabaiana. Ele vem do futebol francês
O atacante Acácio Pirambu é a mais nova contratação do Itabaiana. Ele vem do futebol francês

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 19/12/2015 às 00:42:00

Dirigentes do Itabai-ana continuam in-vestindo na formação do elenco, para proporcionar ao treinador Nadélio Rocha, uma equipe capaz de lutar não só pela classificação para o hexagonal, como conquistado esse feito, brigar pelo título estadual.
A novidade nesta sexta-feira 18, no time serrano foi a contratação do atacante Acácio Cruz, o Acácio Pirambu, irmão do ex-atacante Luciano Pirambu, que fez história no futebol sergipano defendendo principalmente, as equipes do Confiança e do Pirambu, onde se sagrou campeão. Luciano teve também uma rápida passagem pelo Sergipe.

Acácio tem 27 anos, defendeu algumas equipes no futebol sergipano, passou pelo São Caetano, e de lá seguiu para o futebol francês onde defendeu a equipe do Trelissac, da Terceira Divisão daquele país. Acácio chega para brigar pela condição de titular no time serrano.
Alexandre, o lateral - O treinador Nadélio Rocha alegou no início da semana, que precisava de dois laterais. Um deles já foi contratado e apresentado no CT da Serra. Trata-se do lateral esquerdo Alexandre, 27 anos, que já defendeu as equipes do Arapongas, ABC, Santa Cruz-RN e Baraúnas. Alexandre tem 27 anos e já está trabalhando no CT do Itabaiana.

- Confirmado, fechamos sim com o Alexandre. Estávamos com a necessidade de contratar laterais. Já trouxemos o lateral esquerdo e vamos correr atrás de um lateral direito. Ele inclusive já jogou com Alexandre zagueiro recém contratado e com o atacante Paulinho Macaíba, afirmou o diretor de esportes do Tricolor da Serra, Adailton Souza.
Adailton tenta outro lateral esquerdo e em breve anunciará um lateral-direito. O clube negocia com três jogadores: Rafael Mineiro (que esteve no Confiança), Cláudio Allax (que defendeu o Remo esse ano) e Magno (ex-Paragominas e Potiguar).