O silêncio dos vereadores

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
O pré-candidato a prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) continua trabalhando em busca de apoio político ao seu nome nas eleições deste ano. Mesmo o PMDB tendo um pré-candidato, Zezinho Sobral, o comunista teve uma conversa com o presidente do partido, deputad
O pré-candidato a prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) continua trabalhando em busca de apoio político ao seu nome nas eleições deste ano. Mesmo o PMDB tendo um pré-candidato, Zezinho Sobral, o comunista teve uma conversa com o presidente do partido, deputad

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 08/04/2016 às 00:04:00

O pré-candidato a prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) continua trabalhando em busca de apoio político ao seu nome nas eleições deste ano. Mesmo o PMDB tendo um pré-candidato, Zezinho Sobral, o comunista teve uma conversa com o presidente do partido, deputado Garibalde Mendonça, e pediu apoio.
Na conversa, Edvaldo mostrou a importância de Garibalde como político em Aracaju, ressaltando que sempre foi muito bem votado nas cinco vezes que disputou mandato de deputado estadual e na única vez que concorreu a prefeito de Aracaju. Revelou que o seu apoio será importante por colaborar para que permaneça à frente nas pesquisas.
"Garibalde disse que via meu nome com muita simpatia. Deixei o encontro pensando que podia ter o seu apoio e estreitar ainda mais os laços. Ficamos de marcar outras conversas", disse.

O silêncio dos vereadores

A delegada Daniele Garcia, do Departamento de Repressão aos Crimes contra a Ordem Tributária e Administração Pública (Deotap), conclui hoje as oitivas dos 15 vereadores acusados de irregularidades no uso das verbas indenizatórias da Câmara Municipal de Aracaju, que resultou na deflagração da Operação Indenizar-se, lançada pela Deotap e Ministério Público Estadual visando investigar um desvio dessas verbas na ordem de R$ 7 milhões no período de 2013 a 2015.

Será ouvido nesta sexta-feira o último dos 15 vereadores envolvidos na Indenizar-se: Roberto Moraes (SD). Ontem foram ouvidos Dr. Gonzaga (PMDB), que é um dos 15 e como a maioria usou da prerrogativa de permanecer em silêncio durante a oitiva, e o presidente da Câmara, Vinícius Porto (DEM), que antecipou depoimento que prestaria na próxima segunda-feira.

De todos os vereadores intimados para depor sobre os serviços contratados com as verbas indenizatórias de locação de veículos e advocatícios, somente Emmanuel Nascimento (PT) e Ivaldo José (PRTB) prestaram esclarecimentos. Negaram contrato de locação de veículos com a Elo Consultoria, confirmando apenas contratos jurídicos com o ex-vereador e advogado Alcivan Menezes.

Invocaram o direito constitucional de só falar em juízo, por orientação dos seus advogados, os vereadores Agamenon Sobral (PHS), Augusto do Japãozinho (PRTB), Valdir dos Santos (PTdoB), Roberto Moraes (SD), Jailton Santana (PSDB), Max Prejuízo (PSB), Daniela Fortes (PEN), Adelson Barreto Filho (PR), Renilson Félix (DEM), Adriano Taxista (PSDB), Anderson de Tuca (PRTB), Ivaldo José (PRTB) e Agnaldo Feitosa (PR).
Com a conclusão das oitivas, onde faltam ser ouvidos os três empresários - Alcivan Menezes, Alcivan Menezes Filho e Pedro Ivo Santos Carvalho - o inquérito policial será concluído e encaminhado para o Ministério Público para que as devidas providências sejam tomadas.
É muito provável que seja pedido a prisão de alguns vereadores pelas provas robustas que a delegada já disse dispor e por não terem foro privilegiado. A própria Daniele já declarou que os contratos de locação de veículos eram fictícios porque já tinha ouvido os proprietários dos veículos e identificado que os carros nunca saíram da posse de seus donos.

Ressaltou que Alcivan Menezes pegava as placas de carros de filhos, amigos, parentes e incluía esses dados nos contratos com a Câmara de Vereadores. "Tudo de forma primária e infantil", chegou a declarar a delegada, enfatizando que dos R$ 15 mil de verbas indenizatórias que os parlamentares recebiam mensalmente um total de R$ 12 mil eram gastas nesse esquema de locação de veículos e serviços jurídicos.
Nas oitivas de ontem mais dois proprietários de carros, cujas suas placas constavam nos contratos da Elo Consultoria com os vereadores, declararam a delegada que nunca locaram veículos aos parlamentares por meio da locadora. Um deles, o Vinícius Vilas Boas, proprietário de um Fiesta, teve a placa do seu carro no contrato da empresa com o vereador Dr. Gonzaga.
Um outro vereador que aparece como tendo locado um Corola pago com verbas indenizatórias é Agamenon Sobral. A polícia já ouviu o proprietário, que também negou a locação.
Agora é aguardar a conclusão do inquérito policial.     

Preventiva
Informações chegadas à coluna é que a delegada Daniele Garcia, do Departamento de Repressão aos Crimes contra a Ordem Tributária e Administração Pública (Deotap), após concluir o inquérito policial da Operação Indenizar-se, deve pedir a prisão preventiva de cinco acusados de fraudar de R$ 7 milhões em verbas indenizatórias da Câmara Municipal. Estão no processo 15 vereadores e três empresários.

Vexame 1
Também chegou à coluna a informação de que na véspera de prestar depoimento na Deotap, o vereador Agamenon Sobral (PHS) teria falado nos corredores da Câmara: "amanhã vou ser ouvido por aquela p...". E que quando chegou para as oitivas a delegada Daniele perguntou o nome dele e após o parlamentar se identificar disse: "Sou Daniele Garcia p...".
Vexame 2
Dito isso, Daniele declarou que tomou conhecimento que o parlamentar se referiu a sua pessoa dessa forma. Agamenon, "amarelo", negou que tivesse se referido a ela dessa forma e tentou convencê-la de que houve um mal entendido. E ai a delegada teria dito: "Você não é brabo? Me chamou lá de p..., chame aqui".

Chororô
Ainda segundo informações chegadas à coluna, após a investida da delegada contra ele, o vereador Agamenon chorou feito uma criança durante a sua oitiva. É do conhecimento público que o vereador costuma chamar todo mundo que é seu desafeto de "vagabundo" e "vagabunda".

Tchauzinho
Nesse dia da sua oitiva, na segunda-feira, o polêmico Agamenon Sobral, que se coloca como paladino da moralidade, se recusou a falar com a imprensa quando chegou no Deotap. E após o depoimento em que ficou em silêncio sobre as verbas indenizatórias saiu pelas portas dos fundos dando tchauzinho para a imprensa.

Plano B
Em uma roda política ontem o que se comentou foi à filiação no PSC do ex-presidente estadual do PSDB, Pedrinho Barreto. Foi colocado que a filiação tem a ver como uma opção do bloco político liderado pelos irmãos Amorim como candidato a vice-prefeito de Valadares Filho (PSB) no caso do senador Eduardo Amorim (PSC) decidir não se candidatar a prefeito e vir a se coligar com o PSB.

Queixa
Foi comentado ainda na roda política, em um restaurante do shopping, a insatisfação de pré-candidatos a vereador pelo PSC com as filiações ao partido, no último momento, do ex-comandante da Polícia Militar, Coronel Maurício Iunes;, do filho do secretário Carlos Batalha, o Thiago Batalha; e do próprio Pedrinho Barreto.

Satisfação
O pré-candidato a prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PCdoB), saiu satisfeito da conversa que teve anteontem com o governador Jackson Barreto (PMDB) e confiante de que terá o seu apoio nas eleições deste ano por se enquadrar no perfil de candidato idealizado por JB.  

Critérios
Segundo Edvaldo, o governador reafirmou que em maio definirá o seu candidato. Adiantou que ele terá que ter três características: condições de derrotar o prefeito João Alves (DEM), tenha a cara do grupo político e que a sua participação na campanha seja de apoio e não de ter que fazer toda a campanha. "Nós temos essas características", disse o ex-prefeito à coluna.

Grande susto 1
O ex-deputado federal João Fontes foi mais uma vítima das ações de marginais que ligam para famílias dizendo que fez algum parente refém e pede dinheiro. Por volta das14h, Fontes recebeu telefonema de uma mulher se passando pela sua esposa dizendo que tinha sido sequestrada na porta do consultório, que estava na mala do carro de uma quadrilha toda machucada e com uma arma apontada para ela. Em seguida, uma voz de homem pedia resgate, dizia que não iria matá-la e já querendo marcar local para receber o dinheiro.

Grande susto 2
João Fontes, que desligou o celular nervoso para tentar falar com um delegado amigo, o Gilberto Passos, para saber o que fazer, acabou descobrindo que tudo não passou de uma tentativa de golpe. Um amigo ligou para a sua mulher, que informou que estava trabalhando normalmente no seu consultório odontológico. Esse tipo de telefonema normalmente vem de presídios.   

PDT 1
Nesse sábado o diretório do PDT de Nossa Senhora do Socorro realizará a sua Convenção Municipal, às 16h, no Fest Clube, no Marcos Freire III. Durante o ato, haverá posse da direção municipal, apresentação dos novos filiados e provavelmente o lançamento da pré-candidatura do presidente municipal Klewerton Siqueira a prefeito do município.

PDT 2
Segundo o presidente estadual do PDT, prefeito Fábio Henrique, entre os novos filiados estão seis vereadores, vários ex-vereadores e suplentes, além de lideranças comunitárias. Ressalta que o partido continua sendo o mais forte em Socorro.

Agenda
O governador Jackson Barreto (PMDB) tem agenda hoje no interior do estado. Pela manhã, despacha normalmente no Palácio e depois do almoço vai a Umbaúba inaugurar obras. Já o prefeito João Alves (DEM) visitará as obras de infraestrutura em ruas da Praia de Aruana, a partir das 10h.

No Senado 1
O Plenário do Senado aprovou ontem a Medida Provisória 699/2015, que aumenta a punição para quem utilizar veículos para bloquear vias públicas. Atualmente, o Código de Trânsito considera o bloqueio proposital de via como infração gravíssima e prevê multa de R$ 191,54, assim como apreensão do veículo.

No Senado 2
A MP cria uma nova categoria de infração de trânsito, definindo-a como "usar o veículo para interromper, restringir ou perturbar a circulação na via". De acordo com o PLV aprovado, relatado pelo senador Acir Gurgacz (PDT-RO), em vez de multa de 30 vezes o valor normal (R$ 5.746,20), como previsto no texto original, ela será de 20 vezes (R$ 3.830,80). Essa multa será dobrada em caso de reincidência no período de 12 meses.

Veja essa...
Deu ontem na coluna Esplanada, publicada em vários jornais do país: "Golpe é o nome de vinho português produzido na ilha da Madeira. Curiosamente foi servido no cardápio do Seminário Luso-Brasileiro de Direito, organizado em Lisboa pelo ministro Gilmar Mendes, do STF. O senador José Serra (PSDB-SP) recusou".

Curtas
O Encontro do Partido Pátria Livre acontece hoje pela manhã, às 9h, na Câmara Municipal de Aracaju, com a finalidade de discutir eleições gerais no país. Segundo o presidente, o ex-vereador Marcélio Bomfim, "eleições gerais já é o único caminho para reconstruir a economia brasileira e fortalecer a democracia no país".

Motoristas e fiscais da Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema) estão sem receber diárias desde o início deste ano. Viajam diariamente para fiscalização no interior sem o dinheiro para a refeição.
A Reforma Política volta à pauta da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado. A proposta (PEC 113 A/2015) prevê o fim da reeleição para cargos no Executivo e a criação de uma cláusula de barreira que limita o acesso ao Fundo Partidário.

A CCJ aprovou ontem a desvinculação das receitas de estados e municípios. A PEC 143/2015 também restabelece esse mecanismo para a União e vai permitir que o Executivo de todas as esferas tenha liberdade para usar 25% da arrecadação.