Sergipe treina forte de olho no Dorense

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
O goleiro Rafael Córdoba está fora dos treinos do Sergipe,  mas não chega a preocupar a Comissão Técnica
O goleiro Rafael Córdoba está fora dos treinos do Sergipe, mas não chega a preocupar a Comissão Técnica

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 14/04/2016 às 01:38:00

O goleiro Rafael Córdoba está ausente dos primeiros treinos do Sergipe. O goleiro se submeteu a uma pequena cirurgia para retirada de um abcesso, fruto da aplicação de uma injeção e foi orientado pelo médico do clube a ficar ausente dos treinos, para não ter a situação agravada. Mas ele tranquiliza a torcida rubra e garante retornar aos trabalhos nesta quinta-feira.
- Não chega a ser nada grave. Foi uma pequena cirurgia para retirada de um abcesso e o médico achou melhor eu ficar fora desses primeiros treinos. Dois dias ausente, não vai prejudicar à preparação individual e coletiva, para o     jogo contra o Dorense, revelou o goleiro titular absoluto do Sergipe.
Na ausência de Rafael, o reserva Henrique é quem vem treinando como titular, enquanto o jovem Jonathas assumiu a condição de primeiro reserva e assim ficará caso Córdoba não reúna condições de jogo para domingo. Mas Rafael deve retornar aos treinos nesta quinta-feira 14, e garantir presença na partida deste sábado contra o Dorense, no estádio Ariston Azevedo.      
Focados no Dorense - Os jogadores do Sergipe consideram a partida contra o Dorense, como um jogo dos mais complicados, por ser na casa do adversário contra uma equipe muito bem treinada, que tem dado trabalho aos adversários.
- E acima de tudo joga em seus domínios, em um gramado cujas condições de jogo não são das melhores. Mas desde o inicio do campeonato, o Sergipe nunca encontrou facilidades. É só pedreira. São todos jogos difíceis e temos que encarar como a nossa realidade, se é que pretendemos nos classificar para a grande final e garantir calendário em 2017, comentou Rafael Córdoba.
A boa noticia, é que os atacantes Jailson e Marcinho Beija-Flor já estão totalmente recuperados, voltaram a treinar e podem ser relacionados para a partida contra o Dorense.
Mas Lucão continua sendo a esperança de gols do Sergipe. Em sua terceira passagem pelo clube, o artilheiro marcou seu primeiro gol, mas ainda lamenta o resultado de igualdade cedido nos minutos finais da partida.
- Acho ceder o empate nos deixa chateado, porque era um grande passo para a classificação, acho que tem que estar o tempo todo ligado. Um cochilo ali e a gente deixou eles empatar. Agora é pensar no próximo jogo e ir em busca da classificação, disse Lucão.