Torcida exige vitória hoje contra o Remo

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
O técnico Betinho comandou apronto do Confiança sexta-feira, na Arena Batistão e exigiu a vitória do grupo
O técnico Betinho comandou apronto do Confiança sexta-feira, na Arena Batistão e exigiu a vitória do grupo

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 19/06/2016 às 00:13:00

Hoje é vencer... ou vencer... com este lema o Confiança entra em campo na noite deste domingo, para encarar o Remo na Arena Batistão ás 19h00. O time conta com total apoio da torcida proletária, cujos ingressos estão à venda desde a última quinta-feira 16, com uma boa aceitação. A torcida promete comparecer em massa para incentiva r o time proletário, que precisa da vitória.
O empate contra o ABC, na casa do adversário deu aos torcedores sergipanos, a impressão de que o time agora está na reta da classificação. Mas para isso precisa vencer o Remo está noite. "E o time está preparado para essa partida. Com algumas pequenas modificações e focado mais nas jogadas ofensivas, entraremos em campo dispostos a dar muita alegria à torcida proletária", comentou o treinador Betinho.  
Uma das novidades para essa partida deve ser o atacante Matheus Paraná, lesionado na estreia do Dragão, mas já trabalhou com bola toda a semana e pode ser relacionado para a partida.
"Só vencer interessa. Já se passaram quatro rodadas e não existem mais desculpas para entrosamento, entendimento da parte tática ou questões físicas. O bom é que senti evolução em cada um deles na última rodada. Isso traz alegria e confiança ao trabalho", destacou o técnico.
Quase Definido - O jogo está sendo encarado por todos os atletas e comissão como um jogo decisivo. Depois de duas partidas seguidas fora de casa, o time proletário está ansioso para jogar com o apoio da louca e apaixonada torcida azulina, para junto do torcedor alcançar a primeira vitória na competição, e conquistar 3 pontos em casa. As duvidas permanecem no ataque entre Matheus Paraná e Orobó e Rodrigo Jesus e Leandro Kível.
"Esta partida está sendo encarada por todos como uma decisão. Queremos fazer desse jogo um divisor de águas para o Confiança no campeonato. Mas não vai ser fácil. O time do Remo é bem arrumado e perigoso quando joga fora de casa. Dos 5 pontos conquistados por eles, 4 foram jogando fora. Então, teremos que ter atenção redobrada na marcação, e saber aproveitar as oportunidades que aparecerão no decorrer da partida", disse o treinador azulino.