VALADARES FILHO E AS NOVAS IDEIAS

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 12/08/2012 às 16:51:00

Os empresários do comércio gostaram do que lhes disse o candidato a Prefeito de Aracaju Valadares Filho. Ele falou no CDL para uma numerosa plateia sempre atenta ao que os candidatos têm a  dizer sobre os problemas que enfrenta a cidade , e, em particular, os enfrentados pelos comerciantes. A questão da decadência do centro da cidade fez parte da exposição. No caso da mobilidade urbana, Valadares Filho fugiu ao estereótipo das soluções meramente de engenharia, ou seja,  a   construção de mais avenidas, de mais viadutos, e mostrou que a necessidade urgente é priorizar o transporte coletivo, para isso, rompendo a deletéria hegemonia de interesses particulares sobre o interesse público. Valadares defendeu a manutenção do processo licitatório iniciado pelo prefeito Edvaldo Nogueira, licitação que o candidato João Alves já prometeu que se eleito irá anulá-la, deixando suspeitas de que estaria capitulando diante do interesse de empresas que exploram há decênios e sem concorrência o transporte público na capital. Valadares assegurou que manterá a licitação para que novas empresas  legalmente   operando,  venham a atuar competitivamente, e isso aperfeiçoará o serviço prestado, que hoje aproxima-se do caos. O candidato do PSB lançou a ideia do VLT, ( Veículo Leve Sobre Trilhos) uma forma de transporte urbano que  está sendo implantado em  diversas cidades brasileiras,  inclusive em Arapiraca, a  cidade do interior alagoano que se transforma rapidamente em metrópole. Valadares disse que o VLT é uma solução definitiva para a mobilidade urbana em Aracaju, mas é um projeto caro que exigirá investimento da ordem dos duzentos milhões de reais,  todavia será  factível,  se houver na Prefeitura capacidade para inovar, competência, vontade política e entrosamento entre o município, os governos federal e estadual. Serão necessários financiamentos, disse Valadares,  lembrando que para isso há  recursos disponíveis,  tanto no Banco Mundial como no BNDES. Segundo Valadares, a boa situação financeira da Prefeitura, a elevada capacidade de endividamento que será deixada  pelo prefeito Edvaldo Nogueira,  permitirão ao município a contratação dos empréstimos, que, no caso internacional, exigirá a autorização do Senado Federal. Valadares Filho causou muito boa impressão entre os empresários,  principalmente por ter, não só idealizado soluções novas, mas,    demonstrado como elas poderão  se transformar em realidade. O candidatodisse que se eleito, irá convocar as cabeças pensantes de  Sergipe e de fora do estado para que montem um banco de ideias inovadoras, de soluções criativas,  e sairá em busca de experiências bem sucedidas no pais e no exterior, para adaptá-las à realidade aracajuana.