Sobrevivência do PT

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 07/07/2016 às 00:37:00

Depois de ter sido adiado por duas vezes, finalmente o encontro municipal do Partido dos Trabalhadores para deliberar sobre o processo eleitoral deste ano em Aracaju acontecerá no próximo dia 16, um sábado, quando será batido o martelo sobre chapa majoritária e candidaturas proporcionais. Não haverá surpresas. O nome de Edvaldo Nogueira (PCdoB) será referendado como pré-candidato do grupo a prefeito e o nome de Eliane Aquino (PT) será posto como candidata a vice nesta chapa.   
Essa é a chapa que será abraçada, com gosto ou não, pelo governador Jackson Barreto e toda cúpula do PMDB, PT e demais partidos que estiverem na coligação. É óbvio que não se trata de um consenso, mas sim de uma estratégia que possa afrontar a candidatura de João Alves Filho (DEM) à reeleição na prefeitura de Aracaju. Além disso, tudo passa pelos acordos políticos com olhos bem abertos para as eleições de 2018. Nada tão simples assim.
A vantagem nisso tudo, muito analisada pelos petistas, é que se o partido está desgastado junto à sociedade por conta do cenário nacional, a administração de João Alves está no fundo do poço por causa da gestão muito abaixo da média. E isso irá ajudar na reconstrução do PT, agora com o nome de Eliane Aquino, viúva de Marcelo Déda, mas em breve com Rogério Carvalho, Márcio Macedo e algumas outras lideranças partidárias com muito fôlego ainda.
Portanto, o Partido dos Trabalhadores em Sergipe está longe de sucumbir. Certamente formará uma boa chapa de candidatos a vereador e irá para a disputa em outubro de cabeça erguida, como sempre foi. Divergências internas são comuns no partido, mas a força da ideologia de esquerda acaba unificando os pensamentos e as atitudes na hora que for preciso. É assim que sobrevive o PT. 

Firmo na disputa
Aos poucos os novos nomes que pretendem renovar o quadro de políticos no cenário sergipano estão colocando as caras na rua. Coordenador do Fórum em Defesa da Grande Aracaju e pré-candidato a vereador na capital, pelo partido Rede Sustentabilidade, José Firmo já acha que a Câmara Municipal de Aracaju precisa se renovar para debater mais os problemas urbanos e ambientais. Firmo é especialista em Gestão urbana e Planejamento Municipal e diz que a pré-candidatura pretende discutir fundamentalmente os problemas urbanos e ambientais, como mobilidade, acessibilidade, saneamento, inundação, arborização, áreas verdes e de lazer e proteção aos animais.

Firmo na disputa 2
Como morador da Zona de Expansão, Firmo advoga que a área que representa mais de 40% do território de Aracaju onde estão os povoados Mosqueiro, Areia Branca, Gameleira, São José, Robalo, 17 de Março, Aruana e Santa Maria, deve permanecer em Aracaju e não em São Cristóvão, que briga na justiça pela posse do território. Além do Plano Diretor, José Firmo acha que outros instrumentos da legislação urbana devem ser atualizados e até criados, a exemplo do Plano de Saneamento, do Plano de Mobilidade e dos códigos de obras, de urbanismo, de meio ambiente, de postura e de parcelamento e uso do solo.

Jason
Outro nome novo a ser apresentado ao eleitor é Jason Góis, funcionário público do Ipesaúde há 26 anos, jornalista e radialista. Segundo ele, que acompanha de perto o dia a dia da política brasileira, chegou a hora de mudar, colocando nos parlamentos gente com nova mentalidade. "Pela primeira vez entro na política como candidato, tenho conversado muito com a população, carente de tudo, penso que o mais importante é ser sincero, manter a palavra, penso que a política não é para se locupletar, e sim para servir, como tenho feito ao longo de minha vida. O eleitor tem grande arma na mão, o voto, está na hora de colocarmos no poder gente decente, ficha limpa", disse o pré-candidato a vereador de Aracaju pelo PDT.

Anúncio de apoio
Falando em PDT, logo mais às 7h30 o presidente estadual partido e prefeito de Nossa Senhora do Socorro, Fábio Henrique, concederá entrevista coletiva para falar sobre o posicionamento do seu grupo nas próximas eleições em Aracaju, Nossa Senhora do Socorro e São Cristóvão. Certamente oficializará apoios aos pré-candidatos a prefeito Valadares Filho (Aracaju), Zé Franco (Socorro) e Adilson Júnior (S. Cristóvão). A coletiva com Fábio Henrique será na sede da AEASE - Associação de Engenheiros Agrônomos de Sergipe - Av. Beira Mar, 2400, em frente ao Parque da Sementeira.

Expectativa
Com esse provável anúncio de apoio do PDT à pré-candidatura de Valadares Filho (PSB), a expectativa é que em breve o PRB de Heleno Silva, prefeito de Canindé do São Francisco, e do deputado federal Jony Marcos, também anuncie aliança com o mesmo grupo. Até porque, apesar dos vários apelos de Jackson Barreto, dificilmente eles irão compor com a pré-candidatura de Edvaldo Nogueira (PCdoB) neste primeiro turno da eleição.

 Renovação petista
Correndo por fora dos holofotes da política, a pré-candidatura a vereador de Anderson Defon (PT), vem ganhando importantes adesões de setores tanto de dentro, quanto de fora da sigla. Oriundo do movimento estudantil, Defon sabe da necessidade do PT de se renovar em 2016 e vem, junto com a juventude do partido, ganhando a simpatia dos "figurões" petistas e se consolidando como uma possibilidade concreta de renovação.

Emendas coletivas
Senadores e deputados federais sergipanos já definiram sobre as emendas coletivas que serão apresentadas ao Anexo de Metas e Prioridades do Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLDO) de 2017. Duas das três emendas são obrigatórias para a Lei Orçamentária Anual de 2017 (LOA). Então, optou-se pelas emendas do Aeroporto de Aracaju, que já é prioritária em 2016; e também da Zona de Expansão de Aracaju. A terceira emenda é a do Hospital do Câncer de Sergipe, que já conta com convênio e está em fase de licitação.

Emendas coletivas I
Segundo o coordenador da bancada sergipana, senador Antônio Carlos Valadares (PSB), a opção foi por projetos estruturantes que estão além da capacidade de investimento do Estado e podem beneficiar um grande número de sergipanos. Na reunião, que aconteceu em Brasília na terça-feira, estiveram presentes, além de Valadares, os senadores Eduardo Amorim (PSC) e Ricardo Franco (DEM), e os deputados federais Adelson Barreto (PTB), João Daniel (PT), Fábio Mitidieri (PSD) e Valadares Filho (PSB).

Franco
O senador Ricardo Franco (DEM) informou que apresentou à Lei de Diretrizes Orçamentárias, relativa ao exercício financeiro de 2017, algumas sugestões de emendas. Dentre as prioridades elencadas por ele, estão investimentos em políticas públicas de prevenção e combate a drogas; e enfrentamento da violência contra a mulher, além de recursos para a implantação do Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras e o Sistema de Defesa Cibernética.

Itabaiana
A deputada estadual Maria Mendonça (PP) esteve participando de audiência pública no Ministério Público de Itabaiana. Foi tratar sobre o atraso no pagamento do transporte escolar, situação que tem causado transtorno aos motoristas que precisam receber os seus salários e aos alunos que acabam ficando sem ser transportados até as escolas onde estudam.

Corte de ponto
Os servidores públicos da Administração Geral do Estado estão vivendo uma angústia sem fim. Ontem a direção do Sintrase, sindicato que representa a categoria, esteve reunida com o secretário de Planejamento e Gestão (Seplag), João Augusto Gama, e não ouviu palavras agradáveis. Segundo Gama, haverá corte de ponto de grevistas que insistiram no movimento mesmo após a implantação do PCCV, no início de junho. Quanto ao desbloqueio dos salários, isso deverá ocorrer até o dia 11, quando sai o pagamento dos demais servidores do Estado.

Clemência
A direção do Sintrase, através do presidente Diego Araújo, ficou de enviar ainda hoje uma proposta para a Seplag tentando negociar o corte de ponto dos grevistas que ficaram 27 dias de braços cruzados. Só que o secretário João Gama disse aos sindicalistas que não abre mão do corte de ponto, isso porque o Governo sairia desmoralizado nessa história. Além do mais, a Justiça foi favorável ao Governo. Péssimo para os servidores.

Tristeza
Vejam que triste. Pesquisa nacional aponta que apenas 17% dos alunos sergipanos atingiram conhecimento adequado para o 5º ano do ensino médio na disciplina de Português. A média nacional foi de 40%. E nesse quesito Sergipe só ganha para o Maranhão, que tem 15%. Interpretação de texto é a maior deficiência dos alunos. Enquanto isso, a garotada aposta nos sucessos de Wesley Safadão e seus remelexos para enriquecer seu cabedal de cultura.

Fora invasores
A invasão numa extensa faixa de areia que compreende a praia de Jatobá até o povoado Touro, na Barra dos Coqueiros, começou a ser desfeita ontem. Finalmente a Justiça e a Polícia começaram a agir pela manhã, retirando os invasores e destruindo os barracos improvisados com o claro propósito de especulação imobiliária numa área de preservação ambiental. Houve resistência, mas a ordem precisou ser mantida. Há várias denúncias de abuso de autoridade dos policiais na ação, inclusive utilizando os cavalos para afugentar as pessoas. Muito fogo, corre-corre e destruição na área. No entanto, a retirada era necessária.

Comissão da Verdade
Acaba de completar seu primeiro ano de atuação a Comissão Estadual da Verdade em Sergipe. Ela foi criada em 2015 com o objetivo de levantar informações relativas ao período da ditadura militar compreendido entre 1947 a 1985. Várias pessoas, em geral vítimas do regime militar, já foram ouvidas nestes 12 meses e deram depoimentos marcantes, entre elas Ilma Mendes Fontes, Manoel Pascoal Nabuco D'Ávila, Ana Maria Rollemberg Côrtes, Benedito Figueiredo, Delmo Naziazeno, Milton Alves, Jackson Barreto, Carlos Alberto Menezes, José Elias Pinho de Oliveira e Marcélio Bomfim. Além de ouvir depoimentos, a Comissão também faz o trabalho de pesquisa e busca de documentos. As próximas oitivas estão marcadas para acontecer entre os dias 18 a 22 desse mês.

A liberdade de escolha é um direito de todos, mas só alguns a exercem com elegância
Honoré de Balzac