Caixa Cultural inaugura mostra retrospectiva da obra de Carlos Scliar

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 08/07/2016 às 00:32:00

Falecido há 15 anos, o gaúcho Carlos Scliar (1920-2001) foi um dos mais importantes artistas plásticos brasileiros do século 20. Pintor, desenhista, gravurista e ilustrador, com dezenas de exposições no Brasil e nos principais centros artísticos mundiais, atuou também como cenógrafo e roteirista, além de ter sido um ativista político e social.
A trajetória do artista, que a partir dos anos 60 passou a residir em Cabo Frio, na Região dos Lagos fluminense, pode ser vista na exposição retrospectiva Carlos Scliar, da reflexão à criação, inaugurada esta semana na Caixa Cultural Rio de Janeiro. A mostra reúne cerca de 130 trabalhos, entre pinturas, gravuras e desenhos, feitos ao longo de mais de seis décadas.
Com curadoria de Marcus de Lontra Costa, a seleção abrange desde as primeiras pinturas de Scliar, nos anos 1940, até sua produção no final da vida, passando pelas gravuras gaúchas dos anos 50, pela série Território Ocupado até chegar ao álbum Redescoberta do Brasil, considerado a obra definitiva do artista. Em um mesmo espaço, estão os trabalhos que registram a participação política e social de Scliar e os que revelam a beleza dos objetos e vivências do cotidiano.
"Em qualquer técnica, em qualquer período de sua vida, Carlos Scliar é o artista do método e da métrica. A linha é o elemento que organiza a sua aventura artística e, a partir dela, ela constrói formas, acrescenta cores, desenvolve sua poética particular", diz o curador. Segundo Lontra Costa, o Brasil é assunto permanente na obra de Scliar e nenhum outro artista sintetiza de maneira mais evidente os desafios, os desejos e os dilemas da ação e da estratégia modernista no país.
A exposição Carlos Scliar, da Reflexão à Criação, tem o patrocínio da Caixa Econômica Federal e fica em cartaz até 21 de agosto, com entrada franca. A visitação é de terça-feira a domingo, das 10h às 21h, e a Caixa Cultural fica na Avenida Almirante Barroso, 25, no centro do Rio. (Agência Brasil)