TJ poderá julgar hoje atraso nos salários dos servidores

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Ação foi movida pelo presidente do Sindifisco, Pedro Pedroza
Ação foi movida pelo presidente do Sindifisco, Pedro Pedroza

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 27/07/2016 às 01:34:00

Os auditores fiscais vão acompanhar a sessão do Tribunal de Justiça (TJ/SE) que tratará do descumprimento do calendário de pagamentos do funcionalismo público e dos inativos e pensionistas, por parte da administração estadual. Marcada para esta quarta-feira, 27, às 8h da manhã, a sessão julgará a ação civil pública impetrada pelo Sindicato do Fisco de Sergipe (Sindifisco), para garantir o regular pagamento do funcionalismo da Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz). A audiência acontecerá no auditório do Palácio da Justiça Tobias Barreto, localizado na Praça Fausto Cardoso.
"Estamos buscando na Justiça reverter a atual política de atraso nos salários. Esperamos que os desembargadores exijam do Estado de Sergipe a obrigatoriedade do tratamento dos salários dos servidores como verba prioritária", afirma o presidente do Sindifisco, Paulo Pedroza.

Atraso - Desde o início do ano, o governo do Estado vem atrasando o pagamento dos salários dos servidores públicos. Apenas funcionários da Educação e da Saúde estão recebendo no último dia do mês trabalhado, e os demais a partir do dia 11.
Este mês a situação ficou mais complicada em função de uma queda de R$ 30 milhões nos repasses do Fundo de Participação do Estado (FPE), segundo informações do secretário da Fazenda, Jeferson Passos. Os servidores que recebem maiores salários, tiveram vencimentos do mês de junho parcelados: R$ 4,5 mil no dia 13 e o restante no dia 21. O mesmo ocorreu com os aposentados e pensionistas.
Pelos cálculos do secretário da Fazenda, o pagamento dos salários de junho também poderá ser parcelado, porque a queda de receitas continua. O repasse do duodécimo dos poderes e órgãos auxiliares, previsto para o dia 20 de cada mês, só será repassado no próximo dia 29. O calendário de pagamento dos servidores do executivo, aposentados e pensionistas ainda não foi fechado.