O INSTITUTO LUCIANO DUARTE FECHANDO

Luiz Eduardo Costa

O último ato no Instituto Dom Luciano foi o lançamento de um livro que conta a história da PROHCASE, a experiência inovadora de reforma agrária que fez em Sergipe o irrequieto construtor de coisas e escultor de almas que lhe dá o nome. As portas vão fechar. Carminha faz a doação da biblioteca tão vasta quanto exige a cultura do seu dono, à Academia Sergipana de Letras e ao Seminário Arquidiocesano. Carminha, a irmã devotada, se esmera em cuidar do irmão doente, quase imobilizado. Não podia mais tocar o Instituto. Em Sergipe iniciativas dessa natureza raramente merecem atenção e apoio.
Não houve lamentos, mas alegria, porque a obra não acaba, será perenizada em forma virtual. Presentes tantos amigos, entre eles lá estavam Clara Leite Rezende, Carmem Machado, Wagner Ribeiro, Marcelo Ribeiro, Francisco Rolemberg, João Oliva, Dora Guerra, Amaral Cavalcante, Edmilson Machado e Glorinha, José Araújo, Olga Andrade, Ana Medina, Irmã Enrica, Verônica Nunes, Sayonara Viana...


COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS