Brasil encara Colômbia pelas eliminatórias

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Destaque no treino da seleção em Manaus, Daniel Alves recebe do treinador a tarjeta de capitão
Destaque no treino da seleção em Manaus, Daniel Alves recebe do treinador a tarjeta de capitão

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 06/09/2016 às 00:26:00

Givaldo Batista
givaldobs@yahoo.com.br

O duelo entre Brasil e Colômbia há anos não é apenas mais um jogo. As duas seleções se tornaram verdadeiras rivais em campo e nesta terça-feira 6, se enfrentam em Manaus, pelas eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo-2018.

O Brasil parece começar a se recuperar dos recentes fiascos que abalaram sua brilhante história. Primeiro com o ouro olímpico conquistado no Maracanã, que serviu para reatar o laço de afeto entre a torcida e sua seleção. Em seguida veio a expressiva vitória por 3 a 0 sobre o Equador, na quinta-feira, na estreia de Tite no comando da equipe.

Diante do sucesso da estreia, que valeu ao Brasil a 5ª colocação nas eliminatórias com 12 pontos, Tite certamente repetirá a formação inicial contra a Colômbia e Gabriel Jesus voltará a ser peça importante no esquema do técnico.A ótima estreia do atacante de 19 anos, vendido pelo Palmeiras ao Manchester City e que se apresentará ao clube inglês em janeiro, começou com um pênalti sofrido e que deu a Neymar a oportunidade de pagar uma dívida pendente.

Há quase doze meses que a estrela do Barcelona não marcava um gol pela seleção principal, um período negativo para o futebol do Brasil que conseguiu afetar até o maior craque do país.
No último ano, Neymar se mostrou desconcentrado e nervoso vestindo a 'amarelinha', especialmente depois da polêmica suspensão de quatro jogos por ter sido expulso justamente contra a Colômbia, na Copa América do Chile.Era o segundo confronto contra os colombianos, depois da tensa partida pelas quartas de final da Copa do Mundo-2014, na qual o camisa 10 saiu de campo de maca depois de uma entrada desleal de Zúñiga que deu um fim a seu mundial.
O terceiro capítulo dessa rivalidade ocorreu há menos de um mês, quando Brasil e Colômbia voltaram a se enfrentar por uma vaga nas semifinais olímpicas. Os brasileiros levaram a melhor vencendo por 2x0.
Para o confronto desta terça-feira, o Brasil poderá esperar outra partida duríssima, já que a Colômbia chega em grande fase, fortalecida pelas três vitórias consecutivas nas eliminatórias.

A vitória sobre a fraca Venezuela (2x0), na quinta-feira, também serviu de reafirmação para James Rodríguez, que parece encontrar na seleção, a alegria que lhe foge no Real Madrid. O meia e maestro da equipe foi o autor do primeiro gol dos 'cafeteros' e armou as principais jogadas de perigo dos comandados de José Pekerman.
Terceiros colocados nas eliminatórias, a um ponto da líder Argentina, os colombianos assumiriam uma posição privilegiada com uma vitória sobre o Brasil, para encarar com conforto a segunda metade da competição.
Para isso, porém, a Colômbia terá que ficar de olho num conhecido rival, Neymar, visto pelo elenco 'cafetero' como um jogador 'cai-cai' e que ludibria a arbitragem.