De olho em Tóquio 2020, Duda fará dupla com Ágatha

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
A sergipana Duda Lisboa será parceria de Ágatha Bednarczuk, a partir de 2017. A dupla já vislumbra os Jogos Olímpicos de Toquio-2020
A sergipana Duda Lisboa será parceria de Ágatha Bednarczuk, a partir de 2017. A dupla já vislumbra os Jogos Olímpicos de Toquio-2020

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 15/09/2016 às 00:25:00

A sergipana Duda Lisboa já deveria ter sido uma das representantes brasileira no Vôlei de Praia dos Jogos Olímpicos Rio 2016. No entanto, quando da escolha das duplas Duda não tinha idade nem a experiência  necessária. A sergipana foi preservada para representar o país nos Jogos Olímpicos em Tóquio 2020.
Duda inclusive, foi uma das convidadas do Comitê Olímpico Brasileiro, para viver o clima e o ambiente de uma olímpiada. Ela esteve presente no Rio de Janeiro, assistindo a participação dos brasileiros na competição. Hoje Duda é um dos nomes de destaques do Vôlei de Praia brasileiro.      
De olho nos Jogos de Tóquio 2020, Duda será a partir da próxima temporada, parceira de Ágatha Bednarczuk, medalha de prata, ao lado de Barbara Seixas na Rio 2016.
Apesar dos seus 18 anos, Duda é detentora de um currículo internacional invejável. Além dos vários títulos nacionais a sergipana foi ouro nos Jogos da Juventude, campeã dos Mundiais Sub-19 e Sub-21, bicampeã mundial escolar, além de boa participação no Mundial Adulto.
O anúncio da parceria entre a sergipana e a paranaense foi feito nesta segunda-feira, 12, quando a própria Ágatha, admitiu que vai disputar as próximas competições de vôlei de praia com Duda.
A dupla terá uma equipe formada por duas treinadoras: Jackie Silva, pioneira da modalidade e medalhista de ouro em Atlanta 1996 e Cida Lisboa, ex-jogadora e mãe de Duda. Completam o time os preparadores físicos Lucas e Renan, o segundo é marido de Ágatha.