Audiovisual sergipano marca presença no Festival de Santos

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 15/08/2012 às 16:54:00

Na última sexta-feira, , o Festival Curta Santos, um dos mais prestigiados eventos de audiovisual do país, anunciou os finalistas da Mostra Competitiva que faz parte da sua 10ª edição. Entre os curtas escolhidos, três deles são sergipanos: "O Relógio Não Tem Culpa" (Dir: Marcel Magalhães, André Aragão e Gabriel Azevedo), "Vida Social" (Marlon Delano) e "Ainda Lembro" (Rafael Lins). As produções foram selecionadas para a Mostra Novos Olhares, a qual reúne curtas realizados por meio de captação digital (câmeras amadoras, celulares e afins) e que contenham a duração máxima de 5 minutos.

Alguns dos vídeos foram produzidos tendo em vista a Mostra Competitiva de Categoria Temática ("Contra toda forma de opressão") do festival tr3s.minutos, que mantém suas inscrições abertas durante todo o mês de Agosto e está previsto para ser realizado entre os dias 22 a 27 de Outubro.

Marcel Magalhães, um dos diretores de "O Relógio Não Tem Culpa", se inspirou nos estudos de Lev Kuleshov para produzir um curta temático sobre a opressão. O teórico russo, a partir das suas observações e experiências com a justaposição de imagens distintas como forma de produzir um determinado efeito no espectador, é até hoje uma referência fundamental nas técnicas de edição. "Creio que o audiovisual, quando bem utilizado, se torna uma grande forma de expressão em potencial. Criatividade e técnica são elementos que podem fazer qualquer ideia rodar o mundo", declarou Marcel.

 "Vida Social", outro curta sergipano selecionado para o festival, também foi elaborado inicialmente com o intuito de participar das inscrições do tr3s.minutos. A obra foi produzida durante dois dias de gravação, com o uso de muita improvisação e principalmente vontade de tratar de temas caros à sociedade, como o machismo, o preconceito e as diferenças sociais: "A vida dinâmica que estamos vivendo faz com que a gente feche os olhos para os verdadeiros problemas. Vivemos hoje numa corrida de trabalho e afazeres. O audiovisual pode ser tão dinâmico como essa nova vida do homem", afirma.

Já "Ainda Lembro", o terceiro representante sergipano no festival, foi produzido por Rafael Lins, um dos integrantes do Coletivo Azedume, grupo idealizador do tr3s.minutos. O curta fala sobre uma jovem que encontra sua infância perdida em um porão antigo e também fará parte da programação do festival santista.

Festival Curta Santos - O 10º Curta Santos - Festival de Cinema de Santos será realizado no mês de Setembro e contará com cinco dias de programação totalmente gratuita. Além de romper paradigmas, rever conceitos e estimular novos caminhos para o audiovisual - premissas adotadas desde a primeira edição -, o Festival tem como objetivo fundamental oferecer ao público sessões de curtas, médias e longas-metragens com produções de qualidade, que estão fora do circuito comercial. Mesas redondas, oficinas e debates com profissionais da área sustentam a proposta.
Fonte: http://www.tresminutos.org