A reação do eleitor aracajuano

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 28/09/2016 às 11:38:00

Nesse momento de crise econômica os aracajuanos ainda não digeriram o aumento abusivo do IPTU e a taxa de iluminação pública. Isso é um dos fatores que vem respingando na reeleição do prefeito João Alves Filho (DEM), que amarga um terceiro lugar em todas as pesquisas de intenções de votos já realizadas para prefeito de Aracaju e registradas no Tribunal Regional Eleitoral (TRE).   
O eleitorado aracajuano não só quer derrotar nas urnas o prefeito por ter mexido muito no bolso do contribuinte com aumento de impostos e criação de taxas, e por promessas não cumpridas de campanha, como também os vereadores que votaram favorável ao aumento abusivo do IPTU.  
Nas redes sociais, diariamente, é publicada a relação dos vereadores que votaram pela elevação significativa do valor do IPTU. Com isso, aparece o nome de 14 vereadores que em 2013 apoiaram o prefeito João Alves nesse seu projeto de penalizar o contribuinte com mais um aumento extorsivo de imposto, que ultrapassou os 400%.
Estão na lista negra do eleitor: o presidente da Câmara, Vinícius Porto (DEM); o vice de João Alves, Jailton Santana (PSDB); Adelson Barreto Filho (PR), Adriano Taxista (PSDB), Agamenon Sobral (PHS), Anderson de Tuca (PRTB), Augusto do Japãozinho (PRTB), Agnaldo Feitosa (PR), Dr. Gonzaga (PMDB), Manuel Marcos (PSDB), Ivaldo José (PRTB), Renislon Félix (DEM), Valdir Santos (PTdoB) e Robson Viana (PEN).
Dessa lista, não disputam a reeleição Adelson Barreto Filho, Dr. Agnaldo e Robson Viana, que desde 2014 é deputado estadual. Além de Jailton Santana, que é o vice de João Alves.  
Dos dez vereadores que concorrem à reeleição e avalisaram o projeto de João Alves pelo IPTU extorsivo, seis estão afastados da Câmara Municipal e, consequentemente, estão impedidos pela justiça de exercer suas atividades parlamentares por crime de peculato (roubo, furto ou desvio de dinheiro público), formação de quadrilha e falsidade ideológica pela acusação de esquema fraudulento para desviar verbas de indenização da Câmara. São eles: Adriano taxista, Agnaldo Feitosa, Agamenon Sobral, Augusto do Japãozinho, Valdir dos Santos e Renilson Félix.
O afastamento desses vereadores é fruto da Operação Indenizar-se, comandada pelo Departamento de Crimes Contra a Ordem Tributária (Deotap), da Polícia Civil, que investiga vereadores suspeitos de esquema de desvio de verbas indenizatórias no valor mensal de R$ 15 mil. Segundo a delegada Danielle Garcia, a estimativa é que as negociações ilícitas movimentaram R$ 7 milhões somente em 2013, com contratos fictícios de locação de veículos e de assessoria jurídica.
De todos os vereadores que votaram pelo aumento abusivo do IPTU e estão afastados da Câmara, a situação mais grave é de Agamenon Sobral e Adelson Barreto Filho, que foram os únicos que chegaram a ser presos na Operação Indenizar-se. De acordo com a delegada, a prisão dos dois, soltos no mesmo dia, foi em razão da "situação esdrúxula" que envolve o corpo do conjunto probatório. "Alguns cessaram a ilicitude, outros mantiveram. Adelson Filho e Agamenon radicalizaram montando novas estruturas criminosas para se apropriar dos recursos públicos", disse durante entrevista a imprensa.
Trocando em miúdos, nas eleições deste ano o eleitor parece que não esqueceu de quem está sendo noviço ao povo de Aracaju...

Esperando resultado das urnas
O vereador Adelson Barreto Filho (PR) tem mandato de deputado estadual assegurado a partir de janeiro de 2017. É que existem três deputados estaduais disputando mandato de prefeito e vice, com chances de vitória nas urnas (Gilson Andrade/PTC, Valmir Monteiro/PSC e Antônio dos Santos (PSC) respectivamente), e ele como primeiro suplente caminha para assumir uma cadeira na Assembleia Legislativa.

Adiados
Dois julgamentos de candidatos a prefeito foram adiados na sessão de ontem do pleno do Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Um referente ao pedido de impugnação da candidatura a prefeito de Lagarto de Valmir Monteiro (PSC), por improbidade administrativa, feito pela coligação de Jerônimo Reis (PMDB), e outro com relação ao pedido de impugnação do candidato a prefeito de Itabaiana, Roberto Bispo (PMDB), também por improbidade administrativa, feito pela coligação do prefeito Valmir de Francisquinho (PSC). O julgamento do recurso de Valmir deve ser julgado nessa quinta-feira.

Aguardando
julgamento
Até o fechamento da coluna, às 21h, não tinha sido julgado o processo de impugnação da candidatura de Gilson Andrade (PTC) a prefeito de Estância, por condenação de multa no caso das subvenções da Assembleia Legislativa. O recorrente foi Pedro Francisco de Lima Neto.

Poço Redondo
Mais uma pesquisa eleitoral foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Anteontem, o Ipese registrou pesquisa para prefeito e vereador no município de Poço Redondo, com publicação no dia das eleições, 02 de outubro. Um total de 305 eleitores será entrevistado no dia de hoje.  Disputam a prefeitura no município Alex Sport (PSB), Drivan Rosa (DEM) e Dr. Júnior Chagas (PRB).

Decisão do TSE
O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu manter o prosseguimento da ação penal contra o prefeito de Poço Verde, Thiago Dória (PSB), que apura a suposta prática de crime eleitoral denunciada pelo Ministério Público. Por unanimidade, os ministros negaram o pedido feito em favor do réu para trancar a ação e revogaram liminar concedida pelo relator que suspendia o curso da ação, seguindo entendimento da Procuradoria Geral Eleitoral (PGE).

A acusação
O prefeito foi denunciado pela Procuradoria Regional Eleitoral de Sergipe (PRE/SE), em março de 2015, por prática do crime de corrupção eleitoral. Segundo o MPE, quando ainda era candidato nas eleições de 2012, ele teria prometido a uma família que limparia um tanque existente na propriedade em troca de votos. A promessa teria sido cumprida com o uso de máquinas do programa de combate às secas do governo federal. O inquérito policial para apurar os fatos teve início em setembro de 2012, quando Thiago Dória ainda era candidato e, portanto, não tinha prerrogativa de foro. Por esse motivo, todas as diligências foram realizadas mediante supervisão do Juízo da 33ª Zona Eleitoral.
Expectativa eleitoral
O senador Eduardo Amorim (PSC) está otimista que o seu partido e as outras legendas da sua base aliada elegerão o maior número de prefeitos no estado de Sergipe. "Estamos apoiando um lado que tem muitas propostas, ideias e vontade de fazer. Não tenho dúvida que o povo de Aracaju e Sergipe já percebeu tamanho descaso, agora é a hora da mudança. Vamos fazer diferente", acredita.

Registro político 1
Cotado para assumir o Ministério do Turismo no governo de Michel Temer, o deputado Marx Beltrão (PMDB/AL) tem percorrido todo o Estado de Alagoas em busca de votos para candidatos da família e aliados na disputa por prefeituras. Marx tem parentes disputando cinco cidades: Jequiá da Praia, Coruripe, Feliz Deserto, Penedo e Piaçabuçu. São respectivamente irmã, tio, tia e dois primos.

Registro político 2
A influência no litoral sul de Alagoas é tão grande que a família cruzou o rio São Francisco e elegeu o prefeito de Ilha das Flores, em Sergipe, Cristiano Beltrão (PSC), que vai para a reeleição na disputa com Zinho (PSB).

Lagarto 1
Na coluna de ontem, foi publicada a notícia que o técnico judiciário Leízio Machado Dantas, que vem a ser assessor do juiz eleitoral, está fazendo apostas nas redes sociais de R$ 1.000,00 de que o candidato a prefeito Jerônimo Reis (PMDB) terá sua candidatura impugnada em primeira instância. Nas gravações de áudio e texto, ele diz que não sabe se a impugnação acontecerá no TRE ou TSE, mas que é certa em primeira instância e quer fazer aposta. Foi colocado que o juiz  Edinaldo César Santos Júnior, com certeza, não tinha conhecimento do que está se passando nas redes sociais e que levou a coligação de Jerônimo a entrar com representação pedindo providências contra Leízio no domingo, na justiça eleitoral de Lagarto, e ontem no TRE.  

Lagarto 2
Em nota, Leízio disse que é técnico jurídico do Tribunal de Justiça de Sergipe, mas exerce atividades externas na função de executor de mandados não possuindo contato direto com o juiz eleitoral da cidade, muito menos qualquer vinculo junto a justiça eleitoral. Ressalta que as "informações caluniosas" forma veiculadas pelo grupo opositor visando tão somente denegrir a sua imagem pelo fato de expor as suas posições políticas nas redes sociais.

Veja essa...
O programa eleitoral gratuito no rádio e na televisão do prefeito João Alves (DEM) vem usando muito a senadora Maria do Carmo Alves (DEM) para pedir votos para ele, que patina nos 10% das intenções de votos nas pesquisas eleitorais já divulgadas para prefeito de Aracaju. Apelando, a senadora tem dito que dizendo sim para JAF, o eleitor estar dando o voto para ela.

Curtas
O candidato a prefeito Dr. Emerson (Rede) tem na sua agenda de hoje, às 6h, panfletagem no semáforo da Av. Mariano Salmeiron com Av. Augusto Franco; às 9h, visitas; das 14h às 15h, presença no Facebook Live, onde responderá ao vivo perguntas; às 17h, panfletagem em frente a Faculdade Pio X; e às 18h30, novas visitas.
 
Na agenda do candidato Edvaldo Nogueira (PCdoB), nesta quarta-feira, consta, às 7h, entrevista no programa de André Barros, na Rádio Transamérica FM 95.5; às 9h, reunião com a APAE; e às 18h30, mini carreata.
Consta na agenda de Valadares Filho (PSB), às 6h30, panfletagem na Av. Augusto Franco com Nestor Sampaio; às 9h, gravação do Programa Eleitoral; às 15h, caminhada no Lamarão; 16h30, panfletagem na Av. Adélia Franco; e às 18h30, mini carreata no Bairro 18 do Forte.

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) conclui hoje o processo de carga e lacração das 6.789 urnas eletrônicas que serão utilizadas nas eleições municipais deste ano em Sergipe (incluindo as chamadas urnas de contingência). Grande parte das urnas eletrônicas, entretanto, já foi preparada e encaminhada para o seu destino.