Confiança treina para o Sergipão Sub-17

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
O técnico Batista e o preparador Márcio Chagas, observam o trabalho dos jovens atletas da equipe sub - 17 do Confiança
O técnico Batista e o preparador Márcio Chagas, observam o trabalho dos jovens atletas da equipe sub - 17 do Confiança

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 29/09/2016 às 00:22:00

Este ano o Confiança não foi feliz nas competições que tomou parte. Não conquistou nenhum título. Sequer chegou em segunda lugar no certame de profissionais e sub-19. Com isso está fora da Copa do Nordeste, Copa do Brasil e Copa São Paulo de Futebol Junior. Resta agora campeonato sergipano sub - 17, que começa no dia 15 de outubro.
A temporada da equipe profissional do Confiança pode ter chegado ao fim, mas o clube continua com as atividades das categorias de base, que em breve representarão o Gigante Proletário no Campeonato Sergipano.
Na tarde desta quarta-feira 28, o técnico Batista e o preparador físico Márcio Chagas, com o apoio do professor Jadir Carioca e do preparador de goleiros da base do Confiança, Moisés, coordenaram um trabalho no campo principal do Sabino Ribeiro, com os garotos da equipe Sub-17, que a alguns meses já vêm se preparando para a competição, marcada para iniciar no dia 15 de outubro.
- Estamos treinando já faz um bom tempo, pois como não conseguimos um bom resultado com a equipe Sub-19, estamos muito focados na construção dessa equipe e na disputa do Estadual Sub-17. Nossa expectativa é muito boa, pois apesar de ainda precisarmos de umas duas ou três peças específicas, para dar uma acara à equipe, o nível técnico dos atletas é bom, disse o técnico Batista.
O preparador físico Márcio Chagas também acredita que a equipe pode representar bem o Dragão neste Estadual. "Alguns desses atletas já vinham trabalhando conosco desde a preparação para o Campeonato Estadual Sub-19, então, no que diz respeito à parte física, o trabalho já está bem encaminhado. Estamos trabalhando mais as questões ligadas ao movimento, coordenação motora e aperfeiçoamento de alguns fundamentos. Mas treino é diferente de jogo e será nos amistoso que irão acontecer daqui até o começo da competição que poderemos avaliar melhor a equipe", disse o preparador físico.