Eleições do Confiança: quadro já definido

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 12/10/2016 às 00:20:00

 

Proletários estão conversando em nome da unidade para 
apresentação de chapa única

Proletários estão conversando em nome da unidade para apresentação de chapa única.


O quadro não está ainda totalmente definido. Mas a tendência é que as eleições do Confiança marcadas para o dia 25 de outubro no Sabino Ribeiro tenha apenas uma chapa concorrente. Pelo menos esse é o quadro de momento e tudo leva a crer que não haverá chapa de oposição.  

A chapa a ser apresentada pela situação terá como presidente o jovem Hyago França, que assim segue os passos do seu pai, o patrono de saudosa memória, Fernando França. A chapa terá ainda os nomes de Gilson Junior e Aurélio Aragão. Até o momento é essa extraoficialmente a única chapa, que terá unidade de todos os proletários.      

Um dos nomes que poderia sair como candidato da oposição o presidente do Conselho Administrativo, o engenheiro Sérgio Melo, não deve concorrer à eleição do Confiança. Sérgio Melo defende a união de todos os proletários e apresentou alguns motivos que podem impossibilitar a sua candidatura às eleições previstas para o dia 25 deste mês. Tendo que administrar quatro empresas, o dirigente informou que, foi convidado para compor o grupo de secretário de um município sergipano e que a tendência é aceitar.

 - O nosso glorioso Dragão precisa de união. Se tivesse essa linha, poderia até amadurecer o tema e disponibilizar meu nome. Cheguei até pensar na possibilidade de me lançar candidato, mas como não tive o retorno esperado, preferi ficar na minha. Dependendo do momento, o que meu Confiança precisar e dentro de minhas reais condições, estarei pronto para ajudar, explicou Sergipe Melo.

 O lançamento oficial da chapa está marcado para a noite da sexta-feira no Hotel Aquarius na Orla de Atalaia. "É uma chapa que representa a união dos proletários e acreditamos que não surja nenhuma chapa de oposição", garante Ernando Rodrigues, diretor de futebol do Confiança.