Mais de 110 mil estudantes sergipanos irão fazer o Enem este ano

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 23/10/2016 às 08:19:00

 

Milton Alves Júnior
miltonalvesjunior@jornaldodiase.com.br
A menos de duas semanas para o início das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem 2016), milhares de estudantes sergipanos buscam intensificar a rotina de estudos e revisões a fim de obter êxito no processo seletivo mais importante do Brasil ofertado para aqueles que desejam ingressar em universidades públicas. Conforme números apresentados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), ao todo foram oficializadas 118.976 mil inscrições, o que representam 1,4% do total de 8.627.195 candidatos brasileiros. Por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), o candidato pode pleitear uma das cinco mil vagas disponíveis pela Universidade Federal de Sergipe (UFS), ou em qualquer outra universidade pública.
Ainda segundo o instituto, as cinco cidades sergipanas com maior índice de inscrição são: Aracaju com 47.624 matrículas, Itabaiana com 7.598, seguida por Lagarto com 6.755, Nossa Senhora do Socorro surge em quarto com 6.564 inscrições e São Cristóvão conclui o ranking ao oficializar 5.177 candidatos inscritos. Durante os dois dias de prova, 05 e 06 de novembro, a coordenação local do exame deve proporcionar atendimento específico para 1.683 pessoas; estas se enquadram em grupos formados por idosos, guardadores de sábado conforme religião, lactantes e gestantes. Concluindo o detalhamento operacional do Enem 2016, oito pessoas - apresentadas como travestis ou transexuais -, solicitaram a utilização do nome social durante o exame.
Como previsto no edital do concurso, esta semana foi disponibilizado os locais de prova dos candidatos, os quais podem ser conferidos através da página virtual do MEC, bem como por meio do aplicativo disponibilizado para telefones e tabletes que dispõem do sistema Android, iOS e Windows Phone. Além do local, o informativo ainda apresenta a data e horário de prova, o número da inscrição do estudante, e canais de atendimento ao candidato que por ventura apresente dúvidas relacionadas à realização do concurso. Todos os concorrentes devem estar atentos ao preencher o gabarito utilizando exclusivamente caneta esferográfica de tinta preta, fabricada em material transparente.
Revisão final - Na tentativa de ampliar o número de estudantes da rede estadual com êxito no Enem, a partir do próximo dia 31 o Governo do Estado, por intermédio da Secretaria de Estado da Educação (Seed) estará promovendo mais uma edição da Revisão Final, coordenada e ministrada por professores de todas as disciplinas contidas no exame. Realizado no Ginásio Constâncio Vieira, em Aracaju, o evento dispõe ainda de psicólogos, nutricionistas, sistema de segurança e acomodação para os milhares de estudantes que devem ocupar o local até a quinta-feira, 03. O 'aulão' é promovido pela rede estadual, mas aberto para todos os estudantes, incluindo aqueles que cursam séries não aptas para participar do Enem.
O planejamento da secretaria indica que durante os quatro dias de revisão, das 8h às 12h30, o público estudantil acompanhará revisões dos conteúdos relacionados às disciplinas de: Ciências Humanas e suas Tecnologias, Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, e Matemática e suas Tecnologias; no período da tarde, das 13h às 17h30, os conteúdos serão relacionados às matérias ligadas às Ciências da Natureza e suas Tecnologias, além da Redação. Paralelo ao foco principal - que é justamente o conteúdo a ser cobrado nas provas, a organização do evento também estará ressaltando as exigências previstas no edital. Desatenções aparentemente simples podem render a impossibilidade de êxito neste Enem 2016.
Horário - Considerado como o principal vilão daqueles que costumam não se atentar ao tempo, o horário tem eliminado centenas de candidatos que por motivos variados chegam ao local de prova com o tempo limite estourado. Para evitar a recorrência dessas situações no mínimo lamentáveis, a direção do exame enaltece que os portões abrem às 12h e fecham às 13h - horário oficial de Brasília. O início das provas está previsto para as 13h30 no Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo. Aqui em Sergipe o horário é diferenciado devido ao horário de verão. Neste caso, a atenção deve ser redobrada uma vez que a abertura dos portões ocorre às 11h.
O fechamento ocorre pontualmente às 12h, horário local, e o início das provas será às 12h30. Este mesmo horário será aplicado nos estados de Alagoas, Amapá, Bahia, Ceará, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Tocantins. Quanto ao grupo especial de estudantes, citados no início desta matéria, o MEC esclarece que os candidatos Sabatistas devem comparecer aos locais das provas no mesmo horário dos demais e aguardarem o início das provas que será às 19h (horário local).
De acordo com a professora e psicóloga Marise Passos, é necessário que neste momento os familiares busquem promover atividades que colaborem com a meditação espiritual dos jovens. Ela enaltece a importância das revisões e dicas consideradas de última hora, mas não pede que todas as pessoas próximas aos candidatos promovam atos de lazer e atenção aos mínimos detalhes. Entre esses aspectos, a docente destaca o horário de chegar no local da prova, noites de sono e alimentação leve nos dias que antecedem o processo.
Assim como ocorre em Sergipe desde 2013, a nota do exame pode ser usada na seleção de vagas em instituições de ensino públicas, por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), bolsas na educação superior privada, pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) além de ser requisito para receber o benefício do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Para os maiores de 18 anos, o Enem pode ser usado ainda como certificação do ensino médio.

Milton Alves Júnior

miltonalvesjunior@jornaldodiase.com.br


A menos de duas semanas para o início das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem 2016), milhares de estudantes sergipanos buscam intensificar a rotina de estudos e revisões a fim de obter êxito no processo seletivo mais importante do Brasil ofertado para aqueles que desejam ingressar em universidades públicas. Conforme números apresentados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), ao todo foram oficializadas 118.976 mil inscrições, o que representam 1,4% do total de 8.627.195 candidatos brasileiros. Por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), o candidato pode pleitear uma das cinco mil vagas disponíveis pela Universidade Federal de Sergipe (UFS), ou em qualquer outra universidade pública.

Ainda segundo o instituto, as cinco cidades sergipanas com maior índice de inscrição são: Aracaju com 47.624 matrículas, Itabaiana com 7.598, seguida por Lagarto com 6.755, Nossa Senhora do Socorro surge em quarto com 6.564 inscrições e São Cristóvão conclui o ranking ao oficializar 5.177 candidatos inscritos. Durante os dois dias de prova, 05 e 06 de novembro, a coordenação local do exame deve proporcionar atendimento específico para 1.683 pessoas; estas se enquadram em grupos formados por idosos, guardadores de sábado conforme religião, lactantes e gestantes. Concluindo o detalhamento operacional do Enem 2016, oito pessoas - apresentadas como travestis ou transexuais -, solicitaram a utilização do nome social durante o exame.

Como previsto no edital do concurso, esta semana foi disponibilizado os locais de prova dos candidatos, os quais podem ser conferidos através da página virtual do MEC, bem como por meio do aplicativo disponibilizado para telefones e tabletes que dispõem do sistema Android, iOS e Windows Phone. Além do local, o informativo ainda apresenta a data e horário de prova, o número da inscrição do estudante, e canais de atendimento ao candidato que por ventura apresente dúvidas relacionadas à realização do concurso. Todos os concorrentes devem estar atentos ao preencher o gabarito utilizando exclusivamente caneta esferográfica de tinta preta, fabricada em material transparente.


Revisão final - Na tentativa de ampliar o número de estudantes da rede estadual com êxito no Enem, a partir do próximo dia 31 o Governo do Estado, por intermédio da Secretaria de Estado da Educação (Seed) estará promovendo mais uma edição da Revisão Final, coordenada e ministrada por professores de todas as disciplinas contidas no exame. Realizado no Ginásio Constâncio Vieira, em Aracaju, o evento dispõe ainda de psicólogos, nutricionistas, sistema de segurança e acomodação para os milhares de estudantes que devem ocupar o local até a quinta-feira, 03. O 'aulão' é promovido pela rede estadual, mas aberto para todos os estudantes, incluindo aqueles que cursam séries não aptas para participar do Enem.

O planejamento da secretaria indica que durante os quatro dias de revisão, das 8h às 12h30, o público estudantil acompanhará revisões dos conteúdos relacionados às disciplinas de: Ciências Humanas e suas Tecnologias, Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, e Matemática e suas Tecnologias; no período da tarde, das 13h às 17h30, os conteúdos serão relacionados às matérias ligadas às Ciências da Natureza e suas Tecnologias, além da Redação. Paralelo ao foco principal - que é justamente o conteúdo a ser cobrado nas provas, a organização do evento também estará ressaltando as exigências previstas no edital. Desatenções aparentemente simples podem render a impossibilidade de êxito neste Enem 2016.


Horário - Considerado como o principal vilão daqueles que costumam não se atentar ao tempo, o horário tem eliminado centenas de candidatos que por motivos variados chegam ao local de prova com o tempo limite estourado. Para evitar a recorrência dessas situações no mínimo lamentáveis, a direção do exame enaltece que os portões abrem às 12h e fecham às 13h - horário oficial de Brasília. O início das provas está previsto para as 13h30 no Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo. Aqui em Sergipe o horário é diferenciado devido ao horário de verão. Neste caso, a atenção deve ser redobrada uma vez que a abertura dos portões ocorre às 11h.

O fechamento ocorre pontualmente às 12h, horário local, e o início das provas será às 12h30. Este mesmo horário será aplicado nos estados de Alagoas, Amapá, Bahia, Ceará, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Tocantins. Quanto ao grupo especial de estudantes, citados no início desta matéria, o MEC esclarece que os candidatos Sabatistas devem comparecer aos locais das provas no mesmo horário dos demais e aguardarem o início das provas que será às 19h (horário local).

De acordo com a professora e psicóloga Marise Passos, é necessário que neste momento os familiares busquem promover atividades que colaborem com a meditação espiritual dos jovens. Ela enaltece a importância das revisões e dicas consideradas de última hora, mas não pede que todas as pessoas próximas aos candidatos promovam atos de lazer e atenção aos mínimos detalhes. Entre esses aspectos, a docente destaca o horário de chegar no local da prova, noites de sono e alimentação leve nos dias que antecedem o processo.

Assim como ocorre em Sergipe desde 2013, a nota do exame pode ser usada na seleção de vagas em instituições de ensino públicas, por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), bolsas na educação superior privada, pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) além de ser requisito para receber o benefício do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Para os maiores de 18 anos, o Enem pode ser usado ainda como certificação do ensino médio.