Dificuldade de encontrar caranguejo preocupa donos de bares

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 27/10/2016 às 09:36:00

Donos de bares e restaurantes de Sergipe estão encontrando dificuldades para encontrar o caranguejo. Considerado uma das iguarias mais tradicionais de Aracaju, por exemplo, o crustáceo enfrenta um período de troca e endurecimento da casca. Até o final de novembro o alimento apresenta casco frágil e aspecto de magreza, sendo assim, a captura está parcialmente suspensa. Devido às exigências, nos mercados centrais os caranguejos são comercializados em quantidade insuficiente para atender a demanda estadual.

Com baixa no estoque e diante de ao menos três semanas pela frente, o empresário Fabiano Torres diz entender a preocupação dos órgãos de defesa e fiscalização, e reconhece o erro ao não estocar o crustáceo em maior quantidade. "É preciso deixar claro que ele não está proibido de ser catado, o que acontece é que alguns demoram de um a dois meses para ficar dentro do padrão, mas muitos catadores preferem esperar passar essa fase para não ser fiscalizado e no meio flagrar algum ainda sem ter completado a troca total da casca. Estou com o estoque baixo e a procura como sempre em alta", afirmou.