Bandidos trocam tiros com guardas municipais em escola da Soledade

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 28/10/2016 às 09:48:00

Milton Alves Júnior


Alunos e professores da Escola Municipal Deputado Jaime Araújo, bairro Soledade, em Aracaju, estão assustados com o índice de violência na região. Na noite da última quarta-feira, 26, três homens invadiram a instituição com o propósito de roubar as armas dos agentes da Guarda Municipal que patrulhavam a unidade. Ao perceberem a presença dos suspeitos, os agentes tentaram abordá-los, mas foram surpreendidos com disparos que atingiram salas de aula e um jovem que, segundo a direção, não é estudante.
Ao revidar, os guardas municipais conseguiram deter os três homens, porém, por motivos não revelados, os acusados foram liberados em seguida. O jovem atingido passa bem. Até o início da noite de ontem a direção escolar não havia se pronunciado oficialmente sobre o episódio, e preferiu apenas solicitar que o comando da GMA continue fazendo rondas nas ruas paralelas à escola, bem como dentro da instituição. Para os pais, fica a sensação de insegurança e vulnerabilidade dos filhos. O medo em presenciar novos cenários de conflito tem tirado o sossego da comunidade estudantil.
Segundo Rosalia Souza, mãe de aluno, é necessário que a Prefeitura de Aracaju tenha mais zelo pela educação pública e proporcione melhorias na segurança patrimonial, dos estudantes e professores. "Quando achamos que nossos filhos estão seguros dentro de uma sala de aula, olhe aí o que acontece. Eu peço ao prefeito que tenha mais cuidado com as pessoas, melhore a segurança aqui e mande mais agentes porque os bandidos estão cada vez mais ousados", declarou.
Segundo a assessoria de comunicação, o pedido da comunidade será atendido. A GMA pretende manter as atuais guarnições e realizar novas rondas dentro das escolas e nas ruas paralelas. O comando solicita que a população seja parceira da Guarda Municipal e colabore repassando informações precisas que possam contribuir na abordagem, identificação e prisão de meliantes que costumam provocar pânico na comunidade. As aulas na Escola Municipal Deputado Jaime Araújo seguem normalmente.
Esse não foi o único caso de violência registrada em escolas neste ano de 2016. No último dia 18 de agosto dois indivíduos usando o fardamento da Escola Albano Franco localizada no bairro Santa Maria renderam os vigilantes e exigiram o repasse de armas que estavam guardadas em um armário dentro da unidade. De forma rápida, os meliantes conseguiram roubar um revólver Taurus calibre 38 com cinco munições além de coletes balísticos. Apesar das ameaças, ninguém se feriu no episódio.
Já no dia 12 de abril homens armados invadiram o Colégio Estadual Professor Paulo Freire, no Bairro Industrial, em Aracaju, e realizaram um arrastão roubando pertences dos estudantes, professores e demais profissionais que trabalham na instituição. Segundo boletim de ocorrência, na tentativa de despistar qualquer suspeita os bandidos também entraram na unidade em posse de material didático e utilizando a farda escolar. Entre os objetos subtraídos estavam relógios, anéis, correntes, aparelhos celulares e duas bicicletas. Após o ocorrido a Polícia Militar prometeu aperfeiçoar a vigilância na localidade.

Interior - Insegurança na região metropolitana de Aracaju e também no interior sergipano. No dia 25 de julho deste ano o Colégio Raimudo Lima, em Itabaianinha, a 121 Km de Aracaju, se tornou alvo dos bandidos. Segundo relatos da diretoria, os meliantes conseguiram invadir a secretaria onde pegaram a chave da sala de informática e roubaram alguns equipamentos eletrônicos que eram diariamente utilizados no aperfeiçoamento estudantil dos alunos. No momento da evasão os acusados ainda adentraram na sala de esportes e roubaram objetos e aparelhos utilizados nas aulas de educação física.