'Onça Pintada': mais dois presos por ligação com quadrilha.

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 09/11/2016 às 00:38:00

Gabriel Damásio

 

Mais duas pessoas foram presas dentro das investigações da ‘Operação Onça Pintada’, deflagrada nesta segunda-feirapelas polícias Civil e Militar. Agora, são 28 os mandados de prisão preventiva que já foram cumpridos, restando ainda a captura de outros quatro foragidos que também tiveram suas prisões decretadas. O grupo é acusado de formar uma das principais quadrilhas que atuam no tráfico de drogas em Aracaju, a partir da Invasão do Pantanal, no bairro Inácio Barbosa (zona sul). A Secretaria da Segurança Pública (SSP) apresentou os detalhes da operação na manhã de ontem e considerou que ela foi “uma das mais contundentes ações de combate ao narcotráfico” no Estado.

Os mandados de prisão foram cumpridos nas cidades de Aracaju, Estância, Maruim, São Cristóvão, Barra dos Coqueiros, Itaporanga D’Ajuda e Nossa Senhora do Socorro. A principal prisão foi a de Ronaldo dos Santos, o ‘Zé do Pantanal’, 29 anos, encontrado no Pantanal e identificado nas investigações como o líder e articulador das ações da quadrilha. Segundo a polícia, era ele quem determinava a compra e distribuição de drogas no próprio Inácio Barbosa, além do contato com outros traficantes, da cobrança de dívidas e da prática de algunsassassinatos.

“Eles comandavam o trafico no Inácio Barbosa, no sentido de que toda droga, para ser vendida lá, tinha que ter a autorização do Ronaldo, porque senão haveria choques, cometimento de execuções... e eles também distribuíam a droga para outros bairros da Grande Aracaju”, detalhou o diretor do Denarc, Osvaldo Resende Neto. Apurou-se que o controle do grupo também era exercido porHeraldo dos Santos, o ‘Arneu’, 27, irmão de Ronaldo, que foi encontrado em Maruim.

O grupo vinha sendo investigado desde março deste ano pelo Departamento de Narcóticos (Denarc), em parceria com o Batalhão de Policiamento de Radiopatrulha (BPRp) e o Comando de Operações Especiais (COE). Eles descobriram que as drogas vendidas pela quadrilha, principalmente maconha, cocaína e crack, chegava ao Pantanal através de três vias principais de abastecimento: São Paulo (SP), Arapiraca (AL) e outras quadrilhas baseadas em Aracaju e Maceió (AL). Os respectivos fornecedores também foram identificados na apuração: Davi Mathias Pereira, o ‘Paulista’; Ubiratan Ferreira de Oliveira, o ‘Bira’, Geilson da Silva Santos, ‘Neguinho’, um dos quatro investigados que permaneciam foragidos até a tarde de ontem.

O total de drogas, armas e dinheiro apreendidos ainda não foi contabilizado, mas estima-se que os policiais recolheram mais de 500 quilos de drogas, revólveres, pistolase até uma metralhadora 9 milímetros. Em apenas uma detenção, foram encontrados 150 quilos de maconha. Algumas apreensões ligadas ao grupo vinham ocorrendo desde agosto, quando as equipes da RP e do Denarc aumentaram as batidas policiais na região do Inácio Barbosa. Foi uma grande quantidade de armamentos e de drogas apreendidas, não tão somente ontem [segunda]. Os alvos principais vinham sendo acompanhados e o que aconteceu agora foi a deflagração de um momento único de prisões para se concentrar e evitar que um investigado avisasse ao outro e acabasse fugindo”, disse o comandante do BPRp, major Vitor Anderson de Moraes.

A quadrilha do Pantanal também é acusada de ligação com a sequência de incêndios criminosos em ônibus do transporte coletivo, em setembro deste ano, na zona oeste de Aracaju. A polícia diz que um dos autores dos incêndiosé Jose Acrízio de Oliveira Filho, o ‘Índio’, que redistribuía as drogas da quadrilha na região do Novo Paraíso e foi preso ao pegar um carregamento na BR-101. A partir dele, a polícia chegou ao radialista Genilson Oliveira Silva, o ‘Genilson Kennedy’, que trabalhava até recentemente como repórter da Rádio Jornal. De acordo com as investigações, ele também atuava na distribuição e era o proprietário do veículo encontrado com ‘Índio’. “Ele era denominado como ‘Patrão’ por um dos braços dessa quadrilha e acompanhou toda articulação desses incêndios”, afirmou o delegado-geral da Polícia Civil, Alessandro Vieira.

As investigações tiveram ainda o suporte do Poder Judiciário, do Ministério Público e do Departamento do Sistema Penitenciário (Desipe), através da Central de Monitoramento de Presos. A previsão é de que os inquéritos sejam concluídos nos próximos dias, mas as investigações relacionadas a outros grupos de traficantes continuem. “Desarticulamos um grupo muito bem estruturado com ramificações dentro dos presídios e outros estados. Estamos fazendo nossa parte para uma segurança pública de melhor qualidade, agora cabe ao restante da sociedade fazer a contrapartida, utilizando por exemplo, ferramentas como o disque denúncia, auxiliando o trabalho das polícias; e não consumindo drogas, pois esta fomenta a violência”, destacou Alessandro.


OS PRESOS DA ‘ONÇA PINTADA’

 

- Presos em Aracaju

  1. Avelino Neto Gomes Junior (Bracinho ou Mãozinha), 24 anos
  2. Claudio Augusto Fontes de Morais (Claudinho), 30 anos
  3. Claudiomarques Torquato Santos Alves (Quito), 27 anos
  4. Davi Mathias Pereira (Paulista ou Caju) 38 anos
  5. Edson dos Santos Nóia (Fofão), 30 anos
  6. Elder Cris Andrade do Carmo, 30 anos
  7. Fagner Silva Melo (Guiné), 30 anos
  8. Fernando Ribeiro de Jesus (Dalco, Seu Peste ou Bahia), 46 anos
  9. Fernando Vieira dos Santos (Nando ou Nandinho), 39 anos
  10. Jeovanioda Silva Santos (Giovanio), 25 anos
  11. Genilson Oliveira Silva (Genilson Kennedy), 46 anos
  12. Leniton Almeida Araujo (Tripa ou Chiquinho), 25anos
  13. Magno Queiroz Sousa, 27 anos
  14. Maiara Ribeiro Costa, 25 anos
  15. Michele Araujode Almeida, 34 anos
  16. Roberto Rodrigues Soares (Negão), 32 anos
  17. Ronaldo dos Santos (Zé do Pantanal, Zé Pimbalou Peba), 29 anos

 

- Presos em Nossa Senhora Do Socorro

  1. Danilo Teixeira Nunes Santos (Gatajá), 22 anos
  2. Iltonbergdos Santos Macedo (Kinho), 27 anos
  3. Jose Acriziode Oliveira Filho (Índio), 44 anos
  4. Juliano Silva de Oliveira, 30 anos
  5. Luiz Carlos Santos Oliveira (Sono), 27 anos

 

- Presos em Maruim

  1. Heraldo dos Santos (Arneuou Perneta), 27 anos
  2. JoséEdvandersonde Almeida Araújo, 28 anos

 

- Preso em Estância

  1. Inácio Dias Martins (Nal), 29 anos

 

- Preso na Barra dos Coqueiros

  1. Bruno de Argolo (Buca), 34 anos

 

- Presa em São Cristóvão

  1. Milena dos Santos Lopes, 20 anos

 

- Preso em Arapiraca (AL)

  1. Ubiratan Ferreira de Oliveira (Bira), 42 anos

 

Fonte: SSP